fbpx
6.4 C
Tomar

Dois milhões de euros para requalificar margens no Flecheiro

Relacionadas

Turismo Náutico é âncora para o desenvolvimento dos territórios do interior

O Turismo Náutico é uma âncora para o desenvolvimento dos territórios de interior e um atrativo para a fixação da população jovem na...

Fernando Daniel na Festa dos Tabuleiros

Depois de “Os Quatro e Meia” e de Bárbara Bandeira, a Comissão da Festa dos Tabuleiros anunciou mais um artista que...

Ferreira do Zêzere vai a Lisboa promover o concelho

A Casa Regional e o Município de Ferreira do Zêzere assumiram o compromisso conjunto de dinamizar um...

Concelhia do PS promove almoço de ano novo depois de dois anos de interregno devido à pandemia

A Concelhia de Tomar do PS promoveu, no passado dia 28 de janeiro, o seu habitual almoço...

Exposição de aluna da Escola Profissional de Tomar patente no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha

Foi inaugurada, no passado dia 1 de fevereiro, no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha, a...

A Câmara de Tomar reuniu, na quarta feira, com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), uma reunião que já estava marcada há algum tempo e que versou o rio Nabão em duas áreas. Por um lado, foi abordado o assunto na sequência das palavras do Ministro do Ambiente que assumiu a questão da despoluição do rio já com financiamento garantido. Foi igualmente abordado o programa REACT que permite a antecipação das verbas do próximo Quadro Comunitário de Apoio com as regras do atual.

Segundo avançou a presidente da câmara, Anabela Freitas, à comunicação social, hoje, dia 30 de abril, será assinado, em Coimbra, um financiamento de dois milhões de euros para intervenção nas margens no Flecheiro, onde se pretende construir uma zona verde.

Disse ainda Anabela Freitas que a APA mostrou-se colaborante para trabalhar na construção dos emissários e coletores que não seja em leito de rio e mostrou-se “recetiva a trabalhar connosco no processo de execução nas ETAR’s e a montante das mesmas”.

No seio da Tejo Ambiente serão iniciados os procedimentos necessários para avançar com as intervenções num momento “em que a APA está alinhada com as pretensões dos tomarenses há muitos anos”, disse a autarca.

Anabela Freitas frisou, no entanto, que “depois de resolvidas as questões da despoluição, o rio tem de continuar a ser monitorizado”.

A reunião realizou-se com os representantes regionais da APA, mas o vice presidente da Agência fez questão de ligar à presidente da câmara no final da reunião.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Turismo Náutico é âncora para o desenvolvimento dos territórios do interior

O Turismo Náutico é uma âncora para o desenvolvimento dos territórios de interior e um atrativo para a fixação da população jovem na...

Fernando Daniel na Festa dos Tabuleiros

Depois de “Os Quatro e Meia” e de Bárbara Bandeira, a Comissão da Festa dos Tabuleiros anunciou mais um artista que...

Ferreira do Zêzere vai a Lisboa promover o concelho

A Casa Regional e o Município de Ferreira do Zêzere assumiram o compromisso conjunto de dinamizar um dia deste concelho na capital...

Concelhia do PS promove almoço de ano novo depois de dois anos de interregno devido à pandemia

A Concelhia de Tomar do PS promoveu, no passado dia 28 de janeiro, o seu habitual almoço de ano novo, regressando assim...

Exposição de aluna da Escola Profissional de Tomar patente no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha

Foi inaugurada, no passado dia 1 de fevereiro, no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha, a exposição de ilustrações “Animais do...

Ministra Ana Mendes Godinho: “A Pedreira está a fazer história para o país”

A Pedreira recebeu, esta tarde, a Ministra do Trabalho e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, que presidiu à assinatura do contrato de...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -