fbpx
23 C
Tomar

PSD lamenta não ser consultado para contribuir com ações a desenvolver no concelho face à Covid-19

Relacionadas

Centro de Natureza da Póvoa inaugura este sábado

Este sábado, dia 2 de julho, inaugura pelas 11h00 nas instalações da antiga escola primária da Póvoa...

Voluntários das Paróquias de Tomar festejaram S. João com a comunidade

Um grupo de voluntários e amigos da Paróquia de Santa Maria promoveram, no passado domingo, dia 26...

Obras de conservação e restauro do Convento de Cristo inibem acesso ao monumento

As obras de conservação e restauro das fachadas e coberturas da Nave Manuelina e Charola irão inibir...

Os vereadores do PSD, na reunião de câmara, na segunda feira, intervieram focando diversos temas e considerando que, “a exemplo do mercado, onde foram distribuídas viseiras a todos os comerciantes, esta medida deveria ser estendida a outros comerciantes e pequenas empresas, que com a sua vontade e coragem, e que apesar dos riscos, estão a dizer presente e da mesma forma que os comerciantes do mercado”.

Segundo os mesmos, são estes comerciantes os de pequenas empresas que se vêm condicionadas na sua atividade, onde o mote é a forte redução da faturação, onde se destacam os restaurantes em sistema de take away, as padarias, as pastelarias, as mercearias, os minimercados, as peixarias, os talhos, os fumeiros e os produtores, de vinho, de azeite, de mel e de muitos outros comerciantes e de outras empresas, que servem o concelho de Tomar e a sua população.

O PSD apresentou uma proposta no sentido de que, em plena época de sementeiras, seja permitida a venda destes produtos hortícolas no mercado, criando mais oferta, mais facilidade de aquisição, sempre com garantia das condições de segurança. Esta proposta não foi considerada pelo executivo da câmara.

A oposição questionou igualmente a redução do horário nas urgências do Hospital de Tomar, tendo o executivo informado que é uma situação provisória, face à necessidade de apoio ao Covid-19 e que será retomada quando existirem condições.

Foi igualmente apresentada pelo PSD uma proposta para a necessidade urgente de apoio às empresas do concelho de Tomar, que resultado do Covid-19 e ao estado de emergência, viram as suas atividades fortemente afetadas.

Refere a oposição que, “apesar dos vereadores do PSD não serem consultados ou convidados pelo executivo, para contribuir para as ações a desenvolver no concelho, face ao estado de emergência e à Covid-19, continuam a apresentar propostas e a estar presentes na comunidade, na sociedade civil, tendo em vista a defesa das populações do concelho de Tomar, sempre disponíveis e no espírito construtivo, de contribuir para que tomar seja um concelho seguro e onde seja bom viver”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Centro de Natureza da Póvoa inaugura este sábado

Este sábado, dia 2 de julho, inaugura pelas 11h00 nas instalações da antiga escola primária da Póvoa...

Voluntários das Paróquias de Tomar festejaram S. João com a comunidade

Um grupo de voluntários e amigos da Paróquia de Santa Maria promoveram, no passado domingo, dia 26 de junho, junto da igreja...

Obras de conservação e restauro do Convento de Cristo inibem acesso ao monumento

As obras de conservação e restauro das fachadas e coberturas da Nave Manuelina e Charola irão inibir o acesso ao Convento de...

“Gala Vinhos do Tejo 2022” distingue Rosé da “Herdade dos Templários” e dinamismo da “Encosta do Sobral”

Realizou-se na noite de sábado, 25 de junho, a “10.ª Gala Vinhos do Tejo 2022”, que juntou mais...

Igreja de S. João Baptista: conclusão das obras adiada para o final de 2022

Foi aprovada, por unanimidade, na reunião de câmara, na segunda feira, a prorrogação do prazo para a conclusão das obras de requalificação...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -