fbpx
16.1 C
Tomar

Bombeiros de Tomar comemoram aniversário com a garantia que vão continuar a ter elementos voluntários

Relacionadas

Cinquenta anos do Liceu de Tomar serão comemorados até outubro de 2022

Fundado em outubro de 1971, o Liceu de Tomar, hoje, Escola Secundária Santa Maria do Olival, comemora...

Perturbações ao nível da pressão da água

Na sequência da “Empreitada de Abastecimento à Mendacha a partir da EPAL (Choromela)” das Águas do Vale...

PS faz acordo com CDS para gerir Junta Urbana

Sem maioria na Assembleia de Freguesia Urbana de Tomar, o PS fez um acordo com o CDS-PP,...

Santa Casa reconduz empresa Aplaudir na gestão da praça de Tomar

A Mesa Administrativa da Santa Casa da Misericórdia de Tomar, na sua última reunião, aprovou a renovação do...
Elsa Ribeiro Gonçalves
Elsa Ribeiro Gonçalves
Nasceu em Tomar em 1976. Licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social do IP Lisboa. É jornalista desde 2005, sempre na imprensa regional. Mãe de uma menina, a escrita e as viagens são as suas outras grandes paixões.

Como habitualmente, os Bombeiros Municipais de Tomar aproveitaram o feriado do Dia da Cidade, no domingo 1 de março, para comemorar o seu 98.º aniversário. A presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas, aproveitou a ocasião para dar conta de alguns números relativos aos investimentos feitos. “Quero deixar bem claro: é para continuar a ser um corpo de bombeiros misto (municipais e voluntários). Quem dedica o seu tempo para estar ao serviço em prol do outro, continua e continuará a fazer parte do corpo de Bombeiros Municipais de Tomar”, vincou a autarca. Anabela Freitas referiu ainda que as sucessivas alterações legislativas sobre corpos de bombeiros “não dão resposta cabal” às necessidades específicas.

A presidente da Câmara de Tomar disse ainda que não se compreende a diferença de financiamento para corpos de bombeiros municipais e mistos que têm a mesma missão. E, salientou, o investimento que tem vindo a ser feito para dotar o corpo de bombeiros de meios, quer operacionais quer humanos. “Ao longo dos anos foi feito um esforço financeiro para dotar o corpo de bombeiros. Permitam-me recordar: aquisição de três novas ambulâncias de emergência pré-hospitalar, aquisição de um veículo de combate a incêndios, formação de 12 bombeiros com o curso de tripulante de ambulâncias de socorro, formação das 2 equipas BREC (Busca salvamento em estruturas colapsadas), remodelação do quartel dos bombeiros e isto só para dar alguns exemplos”, anuiu.

  • Leia a notícia desenvolvida na próxima edição semanal do Jornal “Cidade de Tomar”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Cinquenta anos do Liceu de Tomar serão comemorados até outubro de 2022

Fundado em outubro de 1971, o Liceu de Tomar, hoje, Escola Secundária Santa Maria do Olival, comemora...

Perturbações ao nível da pressão da água

Na sequência da “Empreitada de Abastecimento à Mendacha a partir da EPAL (Choromela)” das Águas do Vale do Tejo (ADVT), podem registar-se...

PS faz acordo com CDS para gerir Junta Urbana

Sem maioria na Assembleia de Freguesia Urbana de Tomar, o PS fez um acordo com o CDS-PP, o que garante a João...

Santa Casa reconduz empresa Aplaudir na gestão da praça de Tomar

A Mesa Administrativa da Santa Casa da Misericórdia de Tomar, na sua última reunião, aprovou a renovação do atual contrato em vigor (desde 2019)...

João Victal passa a Vice Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Tomar

Na sua última reunião da Mesa Administrativa da Misericórdia de Tomar, por falecimento do Irmão Vice Provedor Fernando Alberto Assunção Caetano, nos...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -