fbpx
17.5 C
Tomar

Novo leilão da fábrica de papel do Prado marcado para 12 de março

Relacionadas

U. Tomar sentiu dificuldades diante dos abrantinos… mas acabou por se impor devido à melhor condição física!

Ainda a digerir a eliminação da Taça de Portugal, em Pombal (no desempate por grandes penalidades), o...

Leões mostraram ambição e qualidade… e trouxeram um ponto de Oliveira de Azeméis!

Os leões de Tomar deram luta no recinto da Oliveirense… e entraram no principal campeonato de hóquei...

Convento de Cristo mostra antigos sistemas de captação e armazenamento de água (c/vídeo)

Decorrem, hoje, dia 23 de setembro, visitas guiadas gratuitas, ao Convento de Cristo, através das quais são...

Edifício do IPT na av. Cândido Madureira será uma Residência para Estudantes

No âmbito do Plano Social para o Alojamento no Ensino Superior, o Politécnico de Tomar (IPT) assinou,...

Comissão Social da União de Freguesia de Casais/Alviobeira organiza 5.ª caminhada solidária 

Com saída da Venda Nova, junto do Centro de Dia, pelas 9h30, do...

Já há data para o novo leilão da Fábrica do Prado: dia 12 de março depois de o anterior – tal como noticiámos – ter sido suspenso devido a uma guerra entre leiloeiras. Vai ser a leiloeira LeiloSeabra a avançar novamente com o leilão, mantendo o valor base de 2
milhões e 750 mil euros, um valor mais baixo do que na primeira tentativa de venda, através da leiloeira Domus Legis, que era de 3 milhões e 60 mil euros. Até agora a proposta mais alta é
de 1 milhão e 770 mil euros.

O leilão, que abrange os bens imóveis e móveis distribuídos por 194 lotes, realiza-se pelas 15 horas na própria fábrica, situada a cerca de seis quilómetros de Tomar.

Os bens imóveis são compostos por uma parte urbana – edifícios destinados a fabricação, oficinas, armazéns, arrecadações, escritórios, refeitório, posto médico, capela, com área

coberta de 25.465,00 m2, e logradouro com área de 31.215 m2 – e a parte rústica composta por terra de pastagem, oliveiras, cultura arvense de regadio de terreno estéril, mato, mata,
pinhal, eucaliptal, cultura arvense, construções rurais, leito de curso de água, com área de 54.910 m2.


A fábrica de papel do Prado parou de laborar no dia 30 de junho de 2017, depois de mais de 200 anos de funcionamento. Deixou no desemprego mais de 70 trabalhadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

U. Tomar sentiu dificuldades diante dos abrantinos… mas acabou por se impor devido à melhor condição física!

Ainda a digerir a eliminação da Taça de Portugal, em Pombal (no desempate por grandes penalidades), o...

Leões mostraram ambição e qualidade… e trouxeram um ponto de Oliveira de Azeméis!

Os leões de Tomar deram luta no recinto da Oliveirense… e entraram no principal campeonato de hóquei...

Convento de Cristo mostra antigos sistemas de captação e armazenamento de água (c/vídeo)

Decorrem, hoje, dia 23 de setembro, visitas guiadas gratuitas, ao Convento de Cristo, através das quais são mostrados os sistemas de captação...

Edifício do IPT na av. Cândido Madureira será uma Residência para Estudantes

No âmbito do Plano Social para o Alojamento no Ensino Superior, o Politécnico de Tomar (IPT) assinou, no passado dia 15 de...

Comissão Social da União de Freguesia de Casais/Alviobeira organiza 5.ª caminhada solidária 

Com saída da Venda Nova, junto do Centro de Dia, pelas 9h30, do dia 9 de outubro (domingo),...

Angelina Macedo: entrou para a escola em criança e nunca mais de lá saiu

Angelina Macedo esteve no programa Tomarlugar, da Rádio Cidade Tomar, onde conversou sobre o que sente e pensa do seu espaço social,...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -