fbpx
17.6 C
Tomar

Novo leilão da fábrica de papel do Prado marcado para 12 de março

Relacionadas

Novo PDM já entrou em vigor

Foi publicado, na segunda feira, dia 24 de janeiro, no Diário da República, o Plano Diretor Municipal...

Duarte Marques: “Vou deixar de ser deputado, mas continuar ligado às causas que sempre defendi”

Duarte Marques, 40 anos, duas filhas, natural de Mação, foi deputado do PSD pelo distrito de Santarém...

Luísa Henriques: “A minha maneira de estar na vida é tentar ajudar o próximo através do diálogo”

Luísa Henriques é a nova presidente de junta da Freguesia de Madalena/Beselga, tarefa que não lhe é...

Governo atribui medalha aos Bombeiros de Tomar no 100.º aniversário

O Governo vai condecorar os Bombeiros do Município de Tomar com a Medalha de Mérito de Proteção...

Câmara entregou medalhas aos homenageados do 1 de Março de 2021

Os homenageados do 1 de Março de 2021 foram recebidos, no Salão Nobre dos Paços do Concelho,...

Já há data para o novo leilão da Fábrica do Prado: dia 12 de março depois de o anterior – tal como noticiámos – ter sido suspenso devido a uma guerra entre leiloeiras. Vai ser a leiloeira LeiloSeabra a avançar novamente com o leilão, mantendo o valor base de 2
milhões e 750 mil euros, um valor mais baixo do que na primeira tentativa de venda, através da leiloeira Domus Legis, que era de 3 milhões e 60 mil euros. Até agora a proposta mais alta é
de 1 milhão e 770 mil euros.

O leilão, que abrange os bens imóveis e móveis distribuídos por 194 lotes, realiza-se pelas 15 horas na própria fábrica, situada a cerca de seis quilómetros de Tomar.

Os bens imóveis são compostos por uma parte urbana – edifícios destinados a fabricação, oficinas, armazéns, arrecadações, escritórios, refeitório, posto médico, capela, com área

coberta de 25.465,00 m2, e logradouro com área de 31.215 m2 – e a parte rústica composta por terra de pastagem, oliveiras, cultura arvense de regadio de terreno estéril, mato, mata,
pinhal, eucaliptal, cultura arvense, construções rurais, leito de curso de água, com área de 54.910 m2.


A fábrica de papel do Prado parou de laborar no dia 30 de junho de 2017, depois de mais de 200 anos de funcionamento. Deixou no desemprego mais de 70 trabalhadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Novo PDM já entrou em vigor

Foi publicado, na segunda feira, dia 24 de janeiro, no Diário da República, o Plano Diretor Municipal...

Duarte Marques: “Vou deixar de ser deputado, mas continuar ligado às causas que sempre defendi”

Duarte Marques, 40 anos, duas filhas, natural de Mação, foi deputado do PSD pelo distrito de Santarém...

Luísa Henriques: “A minha maneira de estar na vida é tentar ajudar o próximo através do diálogo”

Luísa Henriques é a nova presidente de junta da Freguesia de Madalena/Beselga, tarefa que não lhe é desconhecida, pois já exerceu vários...

Governo atribui medalha aos Bombeiros de Tomar no 100.º aniversário

O Governo vai condecorar os Bombeiros do Município de Tomar com a Medalha de Mérito de Proteção e Socorro, grau ouro e...

Câmara entregou medalhas aos homenageados do 1 de Março de 2021

Os homenageados do 1 de Março de 2021 foram recebidos, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, na segunda feira, dia 24...

Praia Fluvial do Alqueidão com requalificação em curso

O Município de Tomar encontra-se a desenvolver os trabalhos de requalificação da Praia Fluvial do Alqueidão, localizada na Albufeira do Castelo do...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -