18.6 C
Tomar

Rui Gomes: “O Paço é um espaço agradável, engraçado, que vale a pena visitar”

Relacionadas

PCP manifesta “preocupação” e “repúdio” quanto ao encerramento nocturno das Urgências em Tomar e Torres Novas

A Direcção da Organização Regional de Santarém (DORSA) do PCP emitiu um comunicado onde manifesta a sua...

Tomar: Homens detidos por furto aguardam julgamento em liberdade

Apresentados a Tribunal na tarde de ontem, quinta-feira, 2 de abril, os dois...

Renovação do Estado de Emergência – O que muda

PERÍODO DA PÁSCOA 1. LIMITAÇÃO À CIRCULAÇÃO DE PESSOAS 1.1. Limitação

Autarcas do Médio Tejo desaconselham o recurso aos testes rápidos da Covid-19

Os autarcas do Médio Tejo, reunidos, ontem, por videoconferência, mostram a sua preocupação quanto aos Testes Rápidos,...

Tomar com dez casos de Covid-19

Em Tomar, ontem, dia 2 de abril, confirmou-se mais um caso de Covid-19, são agora dez os...

O proprietário do alojamento local “O Paço”, Rui Gomes, esteve no Jornal/Rádio Cidade de Tomar onde falou acerca deste alojamento que comemora um ano no próximo mês de junho. Falou também Sónia Pais, que faz a gestão turística do espaço.

Cidade Tomar (CT) – O Rui é natural de outro concelho vizinho, como veio parar a Tomar?

Rui Gomes – Sim, sou natural de Torres Novas e vim estudar para Tomar e, à semelhança de outras pessoas, por cá fiquei. Conheci a minha esposa, que é da Pedreira, e ficámos por cá.

CT – Mas a vossas profissões não estão relacionadas com hotelaria/turismo? Como surgiu o interesse nesta área?

RG – Eu sou diretor de operações do Torreshopping, em Torres Novas e a minha esposa é veterinária. Trata-se de um gosto pessoal, de um sonho, porque acreditamos na cidade, neste projeto e não existem em Tomar muitos imóveis com este potencial.

CT – Como é que surgiu, então, o alojamento local “O Paço” nas vossas vidas?

RG – “O Paço” está quase a fazer um ano, pois foi inaugurado, nos finais de junho de 2019. Inicialmente não era para ser um edifício ligado ao turismo, era para ser um edifício de arrendamento de longa duração, porque Tomar tem essa necessidade. Depois, em conversa com pessoas da área, pensámos em avançar para alojamento local, até porque a taxa de rentabilidade pode ser, a médio prazo, mais interessante do que o arrendamento. Considero, no entanto, que em Tomar é necessário criar condições para atrair as pessoas ao concelho.

Leia a entrevista na íntegra na nossa edição impressa ou na nossa edição digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

PCP manifesta “preocupação” e “repúdio” quanto ao encerramento nocturno das Urgências em Tomar e Torres Novas

A Direcção da Organização Regional de Santarém (DORSA) do PCP emitiu um comunicado onde manifesta a sua...

Tomar: Homens detidos por furto aguardam julgamento em liberdade

Apresentados a Tribunal na tarde de ontem, quinta-feira, 2 de abril, os dois...

Renovação do Estado de Emergência – O que muda

PERÍODO DA PÁSCOA 1. LIMITAÇÃO À CIRCULAÇÃO DE PESSOAS 1.1. Limitação Os cidadãos...

Autarcas do Médio Tejo desaconselham o recurso aos testes rápidos da Covid-19

Os autarcas do Médio Tejo, reunidos, ontem, por videoconferência, mostram a sua preocupação quanto aos Testes Rápidos, no âmbito da pandemia Covid-19,...

Tomar com dez casos de Covid-19

Em Tomar, ontem, dia 2 de abril, confirmou-se mais um caso de Covid-19, são agora dez os casos no nosso concelho.

Urgência dos hospitais de Tomar e Torres Novas encerram já a partir de domingo no período noturno

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) anunciou esse encerramento das urgências básicas de Tomar e Torres Novas com o título: "Novo...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -