fbpx
18.3 C
Tomar

Maria Luísa Oliveira: uma mulher de desafios que se vai adaptando às oportunidades da vida

Relacionadas

Expoégua: o momento em que a Golegã, a Capital do Cavalo enaltece a égua

Exposição de éguas e poldros, Romaria, Prova de Vinhos do Tejo, entre outras...

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023, equipa que irá acompanhar o...

Regimento de Infantaria N.º 15 assinalou 216.º aniversário com exposição sobre “Os Novos Templários ao Serviço da Paz”

O Regimento de Infantaria N.º 15 (RI15), em Tomar, assinalou, no passado dia 19 de maio, o 216.º aniversário,...

Ramal de Tomar: início dos trabalhos de proteção anticorrosiva na Ponte da Bezelga

A Infraestruturas de Portugal deu início aos trabalhos de tratamento anticorrosivo na Ponte da Bezelga, localizada ao...

Leões de Tomar começaram o ‘play-off’ do campeonato com pesada derrota no Porto

Quatro dias depois da eliminação da Liga Europeia (nas meias finais, diante do Valongo, no desempate por...
Ana Isabel Felício
Comecei a trabalhar no Jornal Cidade de Tomar em 1999. Já lá vão uns anitos. Depois de sair da Universidade e de todas as dúvidas e dificuldades que surgem, foi-se construindo um caminho de experiência, com muitas situações, muitas pessoas, muitas aventuras e, claro, muito trabalho. Ao fim de todos estes anos, apesar de todos os percalços que a vida nos vai dando, cá estou, todos os dias a fazer o meu trabalho o melhor que sei, aprendendo com os que me rodeiam e também ensinando alguma coisa.

Cidade Tomar – Quem é a Maria Luísa Oliveira?

Maria Luísa Oliveira – Tenho 59 anos, sou tomarense, fui crescendo como pessoa e como profissional, passando por várias experiências que me foram moldando, mas não deixo de ser a Luisinha, como sou conhecida no meio familiar e dos amigos. Sou uma pessoa que gosta de desafios, sou amiga do meu amigo e acredito na transformação e construção de uma sociedade mais justa. É aí, aliás, que me tenho focado e vivido pessoal e profissionalmente.

– Nasceu e cresceu em Tomar?

Sim, nasci em 1962, em Tomar. A minha mãe também era tomarense e o meu pai era natural de Vila de Rei, mas criou uma empresa de transportes públicos (táxis) em Tomar. O meu pai foi sempre dedicado ao seu trabalho, era muito profissional e é um exemplo a seguir em termos de cidadania e a nível familiar. Tenho uma irmã, que também foi professora, é 13 anos mais velha do que eu e é um elo importante em termos de família, foi uma segunda mãe para mim.

– E como surge a sua profissão?

Eu fiz a licenciatura, em Lisboa, do primeiro curso de Geografia e Planeamento Regional, na Universidade Nova de Lisboa e quando terminei, não havia muitos postos de trabalho para geógrafos. Ainda fiz um estágio na Câmara de Tomar, mas comecei logo a dar aulas em Ferreira do Zêzere. Em toda a minha vida, as coisas foram acontecendo e fui aproveitando as oportunidades e adaptando-me. Na data, percebi que não havia hipóteses de trabalhar na área do planeamento e comecei, por isso, a dar aulas de Geografia. Apesar de já ter feito muitas outras coisas, a base é sempre ser professora.

(…)

Uma entrevista para ler na íntegra na edição impressa de 17 de dezembro.

Ana Isabel Felício

Elsa Lourenço

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Expoégua: o momento em que a Golegã, a Capital do Cavalo enaltece a égua

Exposição de éguas e poldros, Romaria, Prova de Vinhos do Tejo, entre outras...

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023, equipa que irá acompanhar o...

Regimento de Infantaria N.º 15 assinalou 216.º aniversário com exposição sobre “Os Novos Templários ao Serviço da Paz”

O Regimento de Infantaria N.º 15 (RI15), em Tomar, assinalou, no passado dia 19 de maio, o 216.º aniversário, relembrando a data da sua criação...

Ramal de Tomar: início dos trabalhos de proteção anticorrosiva na Ponte da Bezelga

A Infraestruturas de Portugal deu início aos trabalhos de tratamento anticorrosivo na Ponte da Bezelga, localizada ao quilómetro 5,298 do Ramal de...

Leões de Tomar começaram o ‘play-off’ do campeonato com pesada derrota no Porto

Quatro dias depois da eliminação da Liga Europeia (nas meias finais, diante do Valongo, no desempate por grandes penalidades: 7-5 no total),...

U. Tomar foi avassalador diante do Cartaxo: com cabeça limpa… e pontaria afinada!

Uma goleada para a história! A equipa principal do U. Tomar goleou o Cartaxo por expressivo 10-0, no passado domingo, na antepenúltima...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -