fbpx
15.8 C
Tomar

Filipe Lopes tem dedicado anos de trabalho à promoção do gosto pela leitura

Relacionadas

Agrupamento de Escolas Templários recebe projeto “Fuga” de Rita Gaspar Vieira

O projeto “Fuga”, de Rita Gaspar Vieira, foi inaugurado, na segunda feira, dia 17 de janeiro, na...

Casais que fizerem compras no Mercado Municipal habilitam-se a jantares para o Dia dos namorados

O Município de Tomar encontra-se a promover uma campanha, no âmbito do seu...

Candidatos do PS visitam Complexo Cultural da Levada

Os candidatos do PS pelo círculo de Santarém às Legislativas de 30 de janeiro estiveram, no passado...

Posto de Turismo encerrado devido a casos de Covid-19

O posto municipal de Turismo, na Avenida Cândido Madureira, vai estar encerrado até ao dia 21 de...

Regresso do campeonato nacional: encontro de leões resultou… numa goleada!

Quase um mês depois do último jogo (triunfo por expressivo 0-23, na ilha de São Miguel, Açores,...
Ana Isabel Felício
Ana Isabel Felício
Comecei a trabalhar no Jornal Cidade de Tomar em 1999. Já lá vão uns anitos. Depois de sair da Universidade e de todas as dúvidas e dificuldades que surgem, foi-se construindo um caminho de experiência, com muitas situações, muitas pessoas, muitas aventuras e, claro, muito trabalho. Ao fim de todos estes anos, apesar de todos os percalços que a vida nos vai dando, cá estou, todos os dias a fazer o meu trabalho o melhor que sei, aprendendo com os que me rodeiam e também ensinando alguma coisa.

É irmão de outros dois “Lopes” da cidade, conhecidos pela sua vertente artística, cultura e, claro, pela escrita. Falamos de Filipe Lopes, tomarense, mas que tem andado um pouco por todo o lado, com os seus projetos de promoção do gosto pela leitura.

Cidade Tomar – É tomarense, mas o seu percurso tem sido muito por outros lados…

Filipe Lopes – Sim, houve um período em que estive a viver cá, depois da Universidade, mas o meu trabalho tem sido de andarilho pelo país todo. Tenho feito um pouco de tudo, desde divulgador cultural, já fiz rádio, também passei por jornais, o meu objetivo foi sempre trabalhar para promover o gosto pela leitura, leitura que sempre fez parte da vida do meu pai e irmão mais velho. Acho disparatado quando oiço alguém dizer que não gosta de ler, não gostam porque talvez ainda não encontraram o livro certo.

– Como é que se faz este trabalho de promover o gosto pela leitura?

É um trabalho que se faz de várias formas. Em programas de rádio costumava divulgar poesia, depois passámos para recitais ao vivo e, entretanto, criámos o “Contador de Histórias”. Na data, não eramos contador de histórias, mas por causa do nome, começámos a contar histórias.

– E consegue-se viver apenas a contar histórias?

É complicado. Já fiz outras coisas. Trabalhei um ano e meio num call center de um catálogo de roupa e foi uma experiência interessante, através da qual aprendi muitas coisas. Aprendi qual é a cor fúschia, aprendi os tamanhos da roupa feminina e muita coisa. Atendia muitos telefonemas de mulheres que ficavam surpreendidas com a voz masculina, pois estavam à espera de uma voz feminina. Era para ser um trabalho temporário de dois, três dias, mas acabei por ficar mais tempo e, entretanto, acabei por ser convidado para a área de marketing da empresa. Por isso é que defendo que devemos fazer o melhor possível por onde quer que passemos. Na área de marketing desta empresa fiquei responsável pelas cartas de promoções que se enviam aos clientes, o que também me permitiu contar histórias e ser criativo. Mas, respondendo concretamente à questão, viver-se da arte de contar histórias, bem, é possível sobreviver se tivermos a sorte de ter familiares que aceitam esta vida, difícil de prever em termos financeiros, e de aceitarem as constantes deslocações.

Ana Isabel Felício/Elsa Lourenço

Uma entrevista para ler na edição impressa desta semana, 5 de novembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Agrupamento de Escolas Templários recebe projeto “Fuga” de Rita Gaspar Vieira

O projeto “Fuga”, de Rita Gaspar Vieira, foi inaugurado, na segunda feira, dia 17 de janeiro, na...

Casais que fizerem compras no Mercado Municipal habilitam-se a jantares para o Dia dos namorados

O Município de Tomar encontra-se a promover uma campanha, no âmbito do seu...

Candidatos do PS visitam Complexo Cultural da Levada

Os candidatos do PS pelo círculo de Santarém às Legislativas de 30 de janeiro estiveram, no passado dia 14 de janeiro, em...

Posto de Turismo encerrado devido a casos de Covid-19

O posto municipal de Turismo, na Avenida Cândido Madureira, vai estar encerrado até ao dia 21 de janeiro, inclusive.

Regresso do campeonato nacional: encontro de leões resultou… numa goleada!

Quase um mês depois do último jogo (triunfo por expressivo 0-23, na ilha de São Miguel, Açores, frente ao Caldeiras, para os...

CDU em campanha por Tomar

A CDU decidiu que ao longo da pré-campanha devia estabelecer contactos com várias entidades do distrito de Santarém, e em Tomar considerou-se...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -