fbpx
25.8 C
Tomar

BE promove “Conversas Inclusivas – Em Tomar há Lugar para Todas e Todos”

Relacionadas

Livro de João Peixoto celebra devidamente centenário da Casa Vieira Guimarães e memória do seu patrono

Com o lançamento de um livro alusivo ao tema, comemorou-se, no dia 13 de agosto, o centenário...

Intervenção de conservação e restauro limita o acesso à Janela Manuelina

No âmbito da intervenção de conservação e restauro da Janela Manuelina e das fachadas da Igreja, que...

Festa em Honra da Padroeira Nossa Senhora do Leite com procissão assinala Feriado da Assunção

Com a presença do Bispo de Santarém, D. José Traquina, a Paróquia de Tomar (São João Batista...

Portela da Vila homenageia padre Mário Duarte

Na próxima sexta feira, dia 19 de agosto, pelas 19h00, na eucaristia presidida pelo Bispo da Diocese de...

Ceyceyra Medieval está de regresso nos dias 1 e 2 de outubro e tem inscrições abertas

Os dias 1 e 2 de outubro vão marcar o regresso à aldeia de Asseiceira, sede de...

No passado domingo, dia 5, no anfiteatro exterior da Biblioteca Municipal, pelas 11h00, o BE de Tomar teve a primeira ação pública, ainda em período de pré-campanha eleitoral, com vista às próximas eleições autárquicas, sob o tema “Conversas Inclusivas – Em Tomar há Lugar para Todas e Todos”.

A mesa, composta pela jovem moderadora Mafalda Ferreira, pela mandatária das listas do BE, Maria da Luz Lopes, e pela ativista dos direitos LGBTI+ e deputada do BE eleita pelo distrito de Santarém à Assembleia da República, Fabíola Cardoso, esteve perante uma assistência de mais de três dezenas de pessoas, entre as quais vários cabeças de lista e candidatos do BE aos vários órgãos autárquicos.

Na intervenção inicial, a deputada Fabíola Cardoso começou por referir que o bullying contra quem é visto como diferente continua a ser uma realidade nas ruas, nas casas que deviam ser lares, nas escolas, nos locais de trabalho – e é muitas vezes silenciado.

A Agência Europeia dos Direitos Fundamentais divulgou recentemente os números relativos aos Estados-Membros: 140 mil pessoas LGBT participaram no inquérito e as respostas revelam o isolamento, a vulnerabilidade e o risco elevados que estas pessoas enfrentam no quotidiano. Em cenário de pandemia tudo se agudiza, e a Covid-19 veio intensificar a discriminação e o preconceito em relação às pessoas LGBTI+. Salientou que por isso é imperioso que, em conjunto, se trabalhe para denunciar e combater todas as violências. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Livro de João Peixoto celebra devidamente centenário da Casa Vieira Guimarães e memória do seu patrono

Com o lançamento de um livro alusivo ao tema, comemorou-se, no dia 13 de agosto, o centenário...

Intervenção de conservação e restauro limita o acesso à Janela Manuelina

No âmbito da intervenção de conservação e restauro da Janela Manuelina e das fachadas da Igreja, que...

Festa em Honra da Padroeira Nossa Senhora do Leite com procissão assinala Feriado da Assunção

Com a presença do Bispo de Santarém, D. José Traquina, a Paróquia de Tomar (São João Batista e Santa Maria do Olival),...

Portela da Vila homenageia padre Mário Duarte

Na próxima sexta feira, dia 19 de agosto, pelas 19h00, na eucaristia presidida pelo Bispo da Diocese de Santarém, D. José Traquina, será descerrada uma...

Ceyceyra Medieval está de regresso nos dias 1 e 2 de outubro e tem inscrições abertas

Os dias 1 e 2 de outubro vão marcar o regresso à aldeia de Asseiceira, sede de freguesia no concelho de Tomar, daquele...

Grupo de Forcados Amadores de Tomar entrega cachet da última corrida às vítimas dos incêndios

Ontem, na arena da Praça de Toiros de Abiul, durante o intervalo da Corrida de Toiros de domingo, 14 de agosto 2022,...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -