fbpx
6.4 C
Tomar

Ernesto Mesquita, a história de um empreendedor que começou do zero

Relacionadas

Turismo Náutico é âncora para o desenvolvimento dos territórios do interior

O Turismo Náutico é uma âncora para o desenvolvimento dos territórios de interior e um atrativo para a fixação da população jovem na...

Fernando Daniel na Festa dos Tabuleiros

Depois de “Os Quatro e Meia” e de Bárbara Bandeira, a Comissão da Festa dos Tabuleiros anunciou mais um artista que...

Ferreira do Zêzere vai a Lisboa promover o concelho

A Casa Regional e o Município de Ferreira do Zêzere assumiram o compromisso conjunto de dinamizar um...

Concelhia do PS promove almoço de ano novo depois de dois anos de interregno devido à pandemia

A Concelhia de Tomar do PS promoveu, no passado dia 28 de janeiro, o seu habitual almoço...

Exposição de aluna da Escola Profissional de Tomar patente no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha

Foi inaugurada, no passado dia 1 de fevereiro, no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha, a...
Elsa Ribeiro Gonçalves
Nasceu em Tomar em 1976. Licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social do IP Lisboa. É jornalista desde 2005, sempre na imprensa regional. Mãe de uma menina, a escrita e as viagens são as suas outras grandes paixões.

Foi no novo restaurante Desafiart, junto ao Estádio Municipal de Tomar, que fomos ao encontro de Ernesto Mesquita e da sua história de Vida. Natural de Angola está em Tomar há mais de 30 anos e afirma que já se sente tomarense.

O empreendedor, de 43 anos, começou uma vida do zero em Santa Cita, Tomar, para onde veio viver ainda muito jovem com a senhora que o criou, já que a sua mãe não tinha condições para isso. Trabalhou em muitos restaurantes e acumulou muita experiência na área e há pouco tempo o sócio, José Domingues, convidou-o para abrir um restaurante e arriscou em dar um
salto.

“Pensei que se ficasse em Angola nunca seria ninguém e que aqui em Portugal podia crescer. Trabalhei muito, o meu primeiro trabalho foi no Manjar dos Templários, depois estive no Bela Vista, na Tasquinha da Mitas e no Boi Gordo até aqui chegar porque queria mais”, conta, revelando que a sua curiosidade foi sempre a cozinha.

– Leia esta entrevista na edição que vai para as bancas na próxima quinta-feira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Turismo Náutico é âncora para o desenvolvimento dos territórios do interior

O Turismo Náutico é uma âncora para o desenvolvimento dos territórios de interior e um atrativo para a fixação da população jovem na...

Fernando Daniel na Festa dos Tabuleiros

Depois de “Os Quatro e Meia” e de Bárbara Bandeira, a Comissão da Festa dos Tabuleiros anunciou mais um artista que...

Ferreira do Zêzere vai a Lisboa promover o concelho

A Casa Regional e o Município de Ferreira do Zêzere assumiram o compromisso conjunto de dinamizar um dia deste concelho na capital...

Concelhia do PS promove almoço de ano novo depois de dois anos de interregno devido à pandemia

A Concelhia de Tomar do PS promoveu, no passado dia 28 de janeiro, o seu habitual almoço de ano novo, regressando assim...

Exposição de aluna da Escola Profissional de Tomar patente no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha

Foi inaugurada, no passado dia 1 de fevereiro, no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha, a exposição de ilustrações “Animais do...

Ministra Ana Mendes Godinho: “A Pedreira está a fazer história para o país”

A Pedreira recebeu, esta tarde, a Ministra do Trabalho e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, que presidiu à assinatura do contrato de...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -