fbpx
25.4 C
Tomar

Sabacheira: Charca do Vale das Rodas permitirá promover a biodiversidade local e criar um ponto de água

Relacionadas

Santarém: 22 detidos em ações de fiscalização rodoviária

O Comando Territorial de Santarém levou a cabo, nos dia 14 e 15 de maio, um conjunto...

Nuno Júdice sábado na 9.ª Tertúlia de Poesia da Casa-Memória de Camões em Constância  

A Tertúlia de Poesia, iniciativa que funcionou de forma intermitente nos tempos mais recentes, devido às contingências...

“Essência – Ser Humanidade” envolve 4000 crianças e jovens na dinamização da cultura

Essência – Ser Humanidade: Semana Cultural, da Criança e do Ambiente, assim se...

PSD quer que se retire outdoor que anuncia o Tomar Check-in que terminou em setembro

O vereador Luís Francisco (PSD) questionou, na reunião do executivo, na segunda feira, acerca da permanência de...

No domingo, dia 13 de junho, teve lugar, na freguesia da Sabacheira, a inauguração simbólica da charca do Vale das Rodas. Esta armazena água das chuvas de inverno para o verão. É uma técnica que poderá e deverá ser extrapolada para toda a área do maciço calcário que ocupa uma vasta extensão desde a Serra de Alvaiázere à Serra de Aire. Tem uma área de 1200 m2 com capacidade de armazenamento 2500 m3 de água de escorrência natural, sem qualquer custo energético.

Este projeto, desenvolvido pela ZIF de Seiça/Sabacheira, na propriedade de José Soares, na freguesia da Sabacheira, em Vale das Rodas, na Quinta D. Álvaro, foi apoiado pelo Fundo Ambiental.

No caso concreto do Vale das Rodas, durante o verão não existe água superficial num raio de mais de dois quilómetros, o que constitui um fator limitante tanto para a biodiversidade faunística como para a questão da defesa contra incêndios que assumem na sua envolvência uma dimensão preocupante dado tratar-se da zona do Ribatejo Norte mais crítica em termos de perigosidade de incêndio.

Assim a construção desta charca, neste contexto territorial, tem associada uma elevada importância estratégica decorrente do seu duplo objetivo de promover a biodiversidade local e de criar um ponto de água que permita nomeadamente o abastecimento de helicópteros para combate a incêndios florestais na freguesia e não só.

Notícia completa na edição impressa de 25 de junho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Santarém: 22 detidos em ações de fiscalização rodoviária

O Comando Territorial de Santarém levou a cabo, nos dia 14 e 15 de maio, um conjunto...

Nuno Júdice sábado na 9.ª Tertúlia de Poesia da Casa-Memória de Camões em Constância  

A Tertúlia de Poesia, iniciativa que funcionou de forma intermitente nos tempos mais recentes, devido às contingências...

“Essência – Ser Humanidade” envolve 4000 crianças e jovens na dinamização da cultura

Essência – Ser Humanidade: Semana Cultural, da Criança e do Ambiente, assim se denomina a atividade que, integrando...

Lanternas flutuantes encantam Rio Nabão durante dois dias e trazem nenúfares para embelezar mais o evento

Foram os próprios alunos das várias turmas do 6.º ano Lanternas flutuantes encantam Rio...

PSD quer que se retire outdoor que anuncia o Tomar Check-in que terminou em setembro

O vereador Luís Francisco (PSD) questionou, na reunião do executivo, na segunda feira, acerca da permanência de outdoor nas vias rápidas promovendo...

Vereadora Filipa Fernandes ameaçada por alguns vendedores da feira semanal

A câmara está a proceder a uma reestruturação na feira semanal, pelo que a partir de sexta feira, dia 20 de maio,...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -