fbpx
28.7 C
Tomar

Despedimento coletivo na IFM/Platex preocupa eleitos de Tomar

Relacionadas

Tomar: registados 6 casos positivos de Covid-19 num aviário, 84 trabalhadores vão ser testados

A presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas (PS) anunciou na reunião de câmara desta segunda-feira, 3...

Pronta ação da patrulha da GNR de Tomar evita tragédia

Uma mulher de 54 anos tentou colocar termo à vida, na madrugada de...

Despedimento coletivo na IFM/Platex preocupa eleitos de Tomar

A IFM/Platex - Indústria de Fibras de Madeira, S.A. em Tomar avançou, na...

Protocolos da Secretaria de Estado das Comunidades formalizam gabinetes de apoio ao emigrante no Médio Tejo

Dezoito anos depois de terem sido criados pelo Secretário de Estado das Comunidades...

Chumbada na assembleia municipal moção “Tomar não é racista”

O tema do racismo foi recorrente na última sessão de assembleia municipal de Tomar, realizada a 31...
Elsa Ribeiro Gonçalves
Elsa Ribeiro Gonçalves
Nasceu em Tomar em 1976. Licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social do IP Lisboa. É jornalista desde 2005, sempre na imprensa regional. Mãe de uma menina, a escrita e as viagens são as suas outras grandes paixões.

A IFM/Platex – Indústria de Fibras de Madeira, S.A. em Tomar avançou, na passada semana, com o processo de despedimento colectivo de 27 trabalhadores, alguns com mais de 10 anos de casa, que ficará reduzida a apenas 35 funcionários. O caso levou o PCP-PEV (CDU) a apresentar uma moção, na assembleia municipal de Tomar, que se realizou na sexta-feira, 31 de julho e ainda à intervenção de vários eleitos neste órgão. A moção foi aprovada por unanimidade.

Paulo Macedo da CDU, apresentou a moção sobre a IFM/Platex sobre o despedimento coletivo, referindo que o que lhes chegou ao conhecimento é o despedimento de 27 trabalhadores. “Achamos que 27 despedimentos de uma só vez é por em causa a própria existência desta empresa, e sempre ouvimos falar da importância da mesma para o país e para o mundo. É de lamentar que uma empresa destas acabe por ir definhando porque não há investimento”, disse.

Mais grave para este eleito é que, dos 27 que pretendem despedir, 8 são operadores de máquinas, “o que dá a entender que querem efetivamente encerrar a empresa”. Sugeriu que se consultasse o Governo, nomeadamente, o Ministério da Economia para saber o que se pode fazer para salvar esta empresa.  

  • Leia o desenvolvimento desta notícia na próxima edição semanal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

Tomar: registados 6 casos positivos de Covid-19 num aviário, 84 trabalhadores vão ser testados

A presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas (PS) anunciou na reunião de câmara desta segunda-feira, 3...

Pronta ação da patrulha da GNR de Tomar evita tragédia

Uma mulher de 54 anos tentou colocar termo à vida, na madrugada de...

Despedimento coletivo na IFM/Platex preocupa eleitos de Tomar

A IFM/Platex - Indústria de Fibras de Madeira, S.A. em Tomar avançou, na passada semana, com o processo...

Protocolos da Secretaria de Estado das Comunidades formalizam gabinetes de apoio ao emigrante no Médio Tejo

Dezoito anos depois de terem sido criados pelo Secretário de Estado das Comunidades do PSD e agora deputado...

Chumbada na assembleia municipal moção “Tomar não é racista”

O tema do racismo foi recorrente na última sessão de assembleia municipal de Tomar, realizada a 31 de julho. Evocando as afirmações...

Eleitos de Tomar aprovam criação de um Conselho Municipal do Ambiente

Foi aprovada por maioria, na sessão de assembleia municipal de Tomar de 31 de julho, a moção do...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -