fbpx
19.9 C
Tomar

Motherflutters: “Apesar da distância a música manteve-nos juntos”

Relacionadas

PS apresenta listas à câmara e assembleia municipais para que “Tomar continue no caminho certo”

O Partido Socialista de Tomar apresentou, esta manhã, no auditório do Instituto Politécnico de Tomar, as listas...

Tomar: Miradouro do Baloiço junto à Cadeira d’El Rei

Tomar conta desde hoje com um baloiço panorâmico, no local a partir de agora designado como Miradouro...

Dez anos de Bibliotecando transformados em livro

Foi apresentado, ontem, dia 22 de julho, no auditório da Biblioteca Municipal de Tomar, o livro "Da...

Ginásio Clube de Tomar novamente em dose dupla no mesmo fim de semana!

Estamos em plena época alta nas competições das modalidades gímnicas. Atletas e demais envolvidos já não estavam...

Castelo de Ourém reabre ao público a 27 de julho

O Castelo de Ourém vai abrir novamente as suas portas ao público no dia 27 de julho,...
Ana Isabel Felício
Ana Isabel Felício
Comecei a trabalhar no Jornal Cidade de Tomar em 1999. Já lá vão uns anitos. Depois de sair da Universidade e de todas as dúvidas e dificuldades que surgem, foi-se construindo um caminho de experiência, com muitas situações, muitas pessoas, muitas aventuras e, claro, muito trabalho. Ao fim de todos estes anos, apesar de todos os percalços que a vida nos vai dando, cá estou, todos os dias a fazer o meu trabalho o melhor que sei, aprendendo com os que me rodeiam e também ensinando alguma coisa.

André e Filipe Cameira são irmãos, tomarenses, e formaram a banda Motherflutters. Ambos têm formação musical clássica e uma experiência na música que começou há 30 anos. O primeiro single – Tomorrow – foi composto há dois anos e fala sobre a espera por algo mágico, maravilhoso e desejado desde sempre.

Cidade Tomar – Quem são os Motherflutters?

São um novo power duo composto por dois irmãos – André Cameira (flauta/voz/programações) e Filipe Cameira (guitarra/voz/programações) -, ambos ligados a Tomar, à música e à mesma mãe, embora distanciados muito antes desta pandemia. Apesar do ADN dança/alternativa, introduzimos um instrumento clássico, raramente ouvido nestes universos sonoros: a flauta transversal. O nosso projeto combina elementos da música disco, funk e pop, e revela linhas de voz simples e melodias cativantes.

– Qual a vossa formação e atividade profissional?

Ambos temos formação musical clássica e uma experiência na música que começou há 30 anos. Eu (André) sou flautista e professor de flauta transversal, mestre em Ensino da Música (para além de possuir uma licenciatura em Economia), tendo obtido bolsas de mérito académico por três anos consecutivos na Universidade de Évora. Integro o agrupamento camarístico Artonus Ensemble, com concertos regulares, e projetos na área da pedagogia musical e da formação de públicos. O Filipe é arquiteto, trabalhou em Lisboa nos seus primeiros anos e depois mudou-se para Londres onde trabalhou durante cinco anos numa das maiores empresas internacionais de Arquitetura (AlliesandMorrison). Na área da música concluiu o curso do Conservatório de Guitarra Clássica, lecionou em vários estabelecimentos de ensino artístico e integrou também o Artonus Ensemble e o Duo Contemp contando com mais de 500 concertos por todo o país.

Leia a entrevista na íntegra na edição impressa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

PS apresenta listas à câmara e assembleia municipais para que “Tomar continue no caminho certo”

O Partido Socialista de Tomar apresentou, esta manhã, no auditório do Instituto Politécnico de Tomar, as listas...

Tomar: Miradouro do Baloiço junto à Cadeira d’El Rei

Tomar conta desde hoje com um baloiço panorâmico, no local a partir de agora designado como Miradouro...

Dez anos de Bibliotecando transformados em livro

Foi apresentado, ontem, dia 22 de julho, no auditório da Biblioteca Municipal de Tomar, o livro "Da construção de uma viagem partilhada...

Ginásio Clube de Tomar novamente em dose dupla no mesmo fim de semana!

Estamos em plena época alta nas competições das modalidades gímnicas. Atletas e demais envolvidos já não estavam habituados a este ritmo tão...

Castelo de Ourém reabre ao público a 27 de julho

O Castelo de Ourém vai abrir novamente as suas portas ao público no dia 27 de julho, após um investimento superior a...

Tomar prolonga oferta de vouchers até 40 € a quem use unidades hoteleiras do concelho até final de setembro

Campanha Tomar Check in é mais uma medida do município para apoiar a economia local afetada pela pandemia, envolvendo unidades hoteleiras, mas...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -