fbpx
15.2 C
Tomar

Tomarense termina travessia do Atlântico a remo para chamar a atenção ao problema da poluição dos mares com plásticos

Relacionadas

Tomar Game Festival traz o mundo dos videojogos a Tomar

O Complexo Cultural da Levada vai ser palco, entre 27 e 29 de janeiro, do Tomar Game...

TomarIniciativas anuncia programa do Carnaval 2023

A TomarIniciativas já divulgou o programa do Carnaval 2023 em Tomar, evento que decorre entre 17 e...

Câmara perde vários recursos no processo judicial que envolve o edifício do antigo SMAS

Questionada pelo vereador Tiago Carrão (PSD), na reunião de câmara, na segunda feira, sobre a possibilidade de...

Torres Novas: dois detidos por caça em área de proteção

O Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo da Proteção Ambiental (NPA) de Torres Novas, deteve, no...

Nova Nut2 da Lezíria do Tejo, Médio Tejo e Oeste aprovada em Bruxelas

A Comissão Europeia aprovou a constituição de uma nova NUT2 que vai unir Médio Tejo, Lezíria do Tejo...

O tomarense Raimundo Tamagnini tem participado em diferentes desafios de limite pelo mundo. Termina agora um evento único, atravessando o Oceano Atlântico a remo, numa equipa de três elementos e que teve o seu inicio em 12 de dezembro, nas Ilhas Canárias, em La Gomera.

“Sendo Português este desafio é sentido de forma especial, com uma sensação de orgulho na representação de uma nação tão identificada com o Atlântico – pela História; Cultura; Ambiente; Economia; Desporto, Gastronomia, e tantas coisas mais. Esta empresa é também sentida como uma responsabilidade, humilde, dessa identificação.”

Esta é considerada uma das grandes aventuras no nosso planeta – foram mais as pessoas que subiram ao cume do Monte Evereste, ou que tenham viajado pelo Espaço, do que as que remaram 5.000 km para atravessar o Atlantico, unindo dois Continentes a força de braços, desde La Gomera, nas Ilhas Canárias até Antigua, nas Caraíbas. A Equipa tem que autossuficiente durante a expedição, contando com a água dessalinizada a bordo para beber, a energia solar para alimentar os equipamentos eletrónicos de navegação e tendo como alimento dietas pré-preparadas e, eventualmente o que o mar possa fornecer. Tudo isto numa embarcação de apenas 8 metros – menos que o comprimento de dois carros!

Leia a notícia completa na edição impressa de 27 de janeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Tomar Game Festival traz o mundo dos videojogos a Tomar

O Complexo Cultural da Levada vai ser palco, entre 27 e 29 de janeiro, do Tomar Game...

TomarIniciativas anuncia programa do Carnaval 2023

A TomarIniciativas já divulgou o programa do Carnaval 2023 em Tomar, evento que decorre entre 17 e...

Câmara perde vários recursos no processo judicial que envolve o edifício do antigo SMAS

Questionada pelo vereador Tiago Carrão (PSD), na reunião de câmara, na segunda feira, sobre a possibilidade de desistir do processo judicial que...

Torres Novas: dois detidos por caça em área de proteção

O Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo da Proteção Ambiental (NPA) de Torres Novas, deteve, no dia 22 de janeiro, dois...

Nova Nut2 da Lezíria do Tejo, Médio Tejo e Oeste aprovada em Bruxelas

A Comissão Europeia aprovou a constituição de uma nova NUT2 que vai unir Médio Tejo, Lezíria do Tejo e Oeste.

Encontro Nacional LEADER 2023 com lançamento do Plano Nacional da Alimentação equilibrada e sustentável

Teve lugar, entre 10 e 12 de janeiro, em Arouca, o Encontro Nacional LEADER 2023. A iniciativa foi...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -