fbpx
15.2 C
Tomar

Escovas do limpa-vidros: funcionamento e substituição

Relacionadas

Tomar Game Festival traz o mundo dos videojogos a Tomar

O Complexo Cultural da Levada vai ser palco, entre 27 e 29 de janeiro, do Tomar Game...

TomarIniciativas anuncia programa do Carnaval 2023

A TomarIniciativas já divulgou o programa do Carnaval 2023 em Tomar, evento que decorre entre 17 e...

Câmara perde vários recursos no processo judicial que envolve o edifício do antigo SMAS

Questionada pelo vereador Tiago Carrão (PSD), na reunião de câmara, na segunda feira, sobre a possibilidade de...

Torres Novas: dois detidos por caça em área de proteção

O Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo da Proteção Ambiental (NPA) de Torres Novas, deteve, no...

Nova Nut2 da Lezíria do Tejo, Médio Tejo e Oeste aprovada em Bruxelas

A Comissão Europeia aprovou a constituição de uma nova NUT2 que vai unir Médio Tejo, Lezíria do Tejo...

Manter uma boa visibilidade através dos vidros do automóvel em quaisquer condições ambientais é essencial para a segurança de condução. Isto não é possível sem um sistema limpa-vidros funcional, que assegure uma limpeza de vidros rápida e eficiente. 

A funcionalidade do sistema apenas pode ser garantida por meio de uma manutenção regular. Leia aqui tudo o que precisa de saber sobre como e quando substituir as escovas do sistema limpa-vidros.

O sistema limpa-vidros

Este sistema automóvel é um requisito legal. Trata-se de um equipamento acionado com recurso a sensores ou pelo condutor a partir do habitáculo. Serve para garantir a visibilidade através do para-brisas e do vidro traseiro, removendo líquidos, bem como neve, gelo ou outros resíduos sólidos. O sistema é combinado com bicos de pulverização de líquido para melhorar o seu desempenho quando necessário.

O sistema dispõe de um ou vários motores elétricos que servem de elemento propulsor para os braços do limpa-vidros. Existem diferentes configurações de equipamento, com um ou dois braços que oscilam em paralelo ou em sentidos opostos durante o funcionamento. Os braços dispõem de uma dobradiça, o que permite rebatê-los, e de locais de montagem para as escovas de borracha. Estas podem apresentar diferentes designs e possibilitam um bom ajustamento à curvatura do vidro.

Quando substituir as escovas do limpa-para-brisas ?

As escovas são componentes de desgaste. As suas lâminas de borracha degradam-se devido a fatores ambientais e ao uso habitual. Com o tempo, o elemento de borracha seca e fica fissurado, perdendo as suas características e comprometendo a função de limpeza. Então, partes do vidro para-brisas ficam por limpar e são deixadas listras de humidade e sujidade. Isto reduz a visibilidade, o que representa um risco de segurança. Componentes estragados podem, além do mais, provocar chiados, causando assim distração. No pior dos casos, uma escova danificada pode provocar riscos no vidro.

Regra geral, a vida útil de escovas de boa qualidade não vai além dos dois anos, mesmo quando sujeitas a manutenção. Esta deve passar pelos seguintes passos:

  • Limpar as escovas com um pano limpo e humedecido com água e um pouco de detergente automóvel com regularidade.
  • Assegurar uma limpeza manual regular do vidro frontal e traseiro do automóvel. Usar limpa-vidros, caso o vidro tenha vestígios de gordura.

Como substituir as escovas?

Os componentes devem ser escolhidos consoante o modelo e ano de fabrico do carro. Por norma, as informações necessárias encontram-se na embalagem do produto. Há vários fabricantes destes componentes, por exemplo, escovas de limpa-para-brisas Bosch. Em caso de dúvida, consulte um especialista.


Ilustração das escovas do limpa-vidros de autopecasonline24.pt

O procedimento de substituição pode variar consoante o modelo do carro, ainda assim, em geral, inclui os seguintes passos:

  • Assegure-se de que não deixa o braço do limpa-para-brisas bater violentamente no para-brisas durante a substituição. Isto pode danificar o vidro severamente. O mesmo se aplica ao braço do limpa-vidros traseiro.
  • Como medida cautelar, disponha um pano de proteção limpo entre o vidro e o braço antes de começar.
  • Verifique no manual do proprietário do carro se há uma posição de manutenção para levar a cabo a substituição do componente.
  • Rebata o braço e desmonte o componente usado do mecanismo de fixação.
  • Substitua o componente. Ao encaixá-lo deve ouvir um som de clique. 
  • Verifique se o componente está seguramente encaixado, pouse cuidadosamente o braço no vidro e retire o pano de proteção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Tomar Game Festival traz o mundo dos videojogos a Tomar

O Complexo Cultural da Levada vai ser palco, entre 27 e 29 de janeiro, do Tomar Game...

TomarIniciativas anuncia programa do Carnaval 2023

A TomarIniciativas já divulgou o programa do Carnaval 2023 em Tomar, evento que decorre entre 17 e...

Câmara perde vários recursos no processo judicial que envolve o edifício do antigo SMAS

Questionada pelo vereador Tiago Carrão (PSD), na reunião de câmara, na segunda feira, sobre a possibilidade de desistir do processo judicial que...

Torres Novas: dois detidos por caça em área de proteção

O Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo da Proteção Ambiental (NPA) de Torres Novas, deteve, no dia 22 de janeiro, dois...

Nova Nut2 da Lezíria do Tejo, Médio Tejo e Oeste aprovada em Bruxelas

A Comissão Europeia aprovou a constituição de uma nova NUT2 que vai unir Médio Tejo, Lezíria do Tejo e Oeste.

Encontro Nacional LEADER 2023 com lançamento do Plano Nacional da Alimentação equilibrada e sustentável

Teve lugar, entre 10 e 12 de janeiro, em Arouca, o Encontro Nacional LEADER 2023. A iniciativa foi...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -