fbpx
17.5 C
Tomar

Chumbo de candidaturas ao PARES provoca debate no executivo camarário

Relacionadas

U. Tomar sentiu dificuldades diante dos abrantinos… mas acabou por se impor devido à melhor condição física!

Ainda a digerir a eliminação da Taça de Portugal, em Pombal (no desempate por grandes penalidades), o...

Leões mostraram ambição e qualidade… e trouxeram um ponto de Oliveira de Azeméis!

Os leões de Tomar deram luta no recinto da Oliveirense… e entraram no principal campeonato de hóquei...

Convento de Cristo mostra antigos sistemas de captação e armazenamento de água (c/vídeo)

Decorrem, hoje, dia 23 de setembro, visitas guiadas gratuitas, ao Convento de Cristo, através das quais são...

Edifício do IPT na av. Cândido Madureira será uma Residência para Estudantes

No âmbito do Plano Social para o Alojamento no Ensino Superior, o Politécnico de Tomar (IPT) assinou,...

Comissão Social da União de Freguesia de Casais/Alviobeira organiza 5.ª caminhada solidária 

Com saída da Venda Nova, junto do Centro de Dia, pelas 9h30, do...
Elsa Ribeiro Gonçalves
Nasceu em Tomar em 1976. Licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social do IP Lisboa. É jornalista desde 2005, sempre na imprensa regional. Mãe de uma menina, a escrita e as viagens são as suas outras grandes paixões.

A circunstância de se terem registado nove chumbos nas dez candidaturas por parte de instituições e entidades tomarenses ao programa PARES 3.0 (Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais) lançado pelo Governo, gerou uma acesa discussão no executivo camarário, na última reunião do ano.  

O assunto foi levado pela vereadora do PSD, Lurdes Ferromau Fernandes, que responsabilizou a autarquia pela não aprovação das mesmas devido à falta de entrega de documentação pela câmara. “Este programa permitia o acesso a financiamento para alargamento de equipamentos sociais. As candidaturas das IPSS e entidades foram apresentadas há precisamente um ano, sendo que este programa era há muito ambicionado pelas entidades pois, através dele, podiam apresentar candidaturas para aumentar as vagas em lar e em outras respostas sociais, financiarem-se, criarem emprego, tendo garantido, simultaneamente, os acordos com a Segurança Social”, começou por referir.

A vereadora do PSD referiu ainda que para este desfecho “desastroso” contribuiu o atraso na aprovação do PDM em sede de Assembleia Municipal, já depois das eleições autárquicas, questionando em seguida, qual a oportunidade das mesmas se recandidatarem ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), num programa de apoio à nova geração de equipamentos e respostas sociais e cujo período de candidatura encerra a 22 de fevereiro, onde volta a ser requisito para as candidaturas apresentarem documentação comprovativa de autorização ou licenciamento pela Câmara Municipal de Tomar relativamente às obras a realizar. Nesse sentido, Lurdes Ferromau Fernandes questionou quando será publicado o PDM em Diário da República e se ainda vai a tempo de permitir que as entidades se candidatem ao PRR.

Uma notícia para ler na íntegra na edição impressa de 7 de janeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

U. Tomar sentiu dificuldades diante dos abrantinos… mas acabou por se impor devido à melhor condição física!

Ainda a digerir a eliminação da Taça de Portugal, em Pombal (no desempate por grandes penalidades), o...

Leões mostraram ambição e qualidade… e trouxeram um ponto de Oliveira de Azeméis!

Os leões de Tomar deram luta no recinto da Oliveirense… e entraram no principal campeonato de hóquei...

Convento de Cristo mostra antigos sistemas de captação e armazenamento de água (c/vídeo)

Decorrem, hoje, dia 23 de setembro, visitas guiadas gratuitas, ao Convento de Cristo, através das quais são mostrados os sistemas de captação...

Edifício do IPT na av. Cândido Madureira será uma Residência para Estudantes

No âmbito do Plano Social para o Alojamento no Ensino Superior, o Politécnico de Tomar (IPT) assinou, no passado dia 15 de...

Comissão Social da União de Freguesia de Casais/Alviobeira organiza 5.ª caminhada solidária 

Com saída da Venda Nova, junto do Centro de Dia, pelas 9h30, do dia 9 de outubro (domingo),...

Angelina Macedo: entrou para a escola em criança e nunca mais de lá saiu

Angelina Macedo esteve no programa Tomarlugar, da Rádio Cidade Tomar, onde conversou sobre o que sente e pensa do seu espaço social,...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -