fbpx
27.8 C
Tomar

Chumbo de candidaturas ao PARES provoca debate no executivo camarário

Relacionadas

Expoégua: o momento em que a Golegã, a Capital do Cavalo enaltece a égua

Exposição de éguas e poldros, Romaria, Prova de Vinhos do Tejo, entre outras...

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023, equipa que irá acompanhar o...

Regimento de Infantaria N.º 15 assinalou 216.º aniversário com exposição sobre “Os Novos Templários ao Serviço da Paz”

O Regimento de Infantaria N.º 15 (RI15), em Tomar, assinalou, no passado dia 19 de maio, o 216.º aniversário,...

Ramal de Tomar: início dos trabalhos de proteção anticorrosiva na Ponte da Bezelga

A Infraestruturas de Portugal deu início aos trabalhos de tratamento anticorrosivo na Ponte da Bezelga, localizada ao...

Leões de Tomar começaram o ‘play-off’ do campeonato com pesada derrota no Porto

Quatro dias depois da eliminação da Liga Europeia (nas meias finais, diante do Valongo, no desempate por...
Elsa Ribeiro Gonçalves
Nasceu em Tomar em 1976. Licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social do IP Lisboa. É jornalista desde 2005, sempre na imprensa regional. Mãe de uma menina, a escrita e as viagens são as suas outras grandes paixões.

A circunstância de se terem registado nove chumbos nas dez candidaturas por parte de instituições e entidades tomarenses ao programa PARES 3.0 (Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais) lançado pelo Governo, gerou uma acesa discussão no executivo camarário, na última reunião do ano.  

O assunto foi levado pela vereadora do PSD, Lurdes Ferromau Fernandes, que responsabilizou a autarquia pela não aprovação das mesmas devido à falta de entrega de documentação pela câmara. “Este programa permitia o acesso a financiamento para alargamento de equipamentos sociais. As candidaturas das IPSS e entidades foram apresentadas há precisamente um ano, sendo que este programa era há muito ambicionado pelas entidades pois, através dele, podiam apresentar candidaturas para aumentar as vagas em lar e em outras respostas sociais, financiarem-se, criarem emprego, tendo garantido, simultaneamente, os acordos com a Segurança Social”, começou por referir.

A vereadora do PSD referiu ainda que para este desfecho “desastroso” contribuiu o atraso na aprovação do PDM em sede de Assembleia Municipal, já depois das eleições autárquicas, questionando em seguida, qual a oportunidade das mesmas se recandidatarem ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), num programa de apoio à nova geração de equipamentos e respostas sociais e cujo período de candidatura encerra a 22 de fevereiro, onde volta a ser requisito para as candidaturas apresentarem documentação comprovativa de autorização ou licenciamento pela Câmara Municipal de Tomar relativamente às obras a realizar. Nesse sentido, Lurdes Ferromau Fernandes questionou quando será publicado o PDM em Diário da República e se ainda vai a tempo de permitir que as entidades se candidatem ao PRR.

Uma notícia para ler na íntegra na edição impressa de 7 de janeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Expoégua: o momento em que a Golegã, a Capital do Cavalo enaltece a égua

Exposição de éguas e poldros, Romaria, Prova de Vinhos do Tejo, entre outras...

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023, equipa que irá acompanhar o...

Regimento de Infantaria N.º 15 assinalou 216.º aniversário com exposição sobre “Os Novos Templários ao Serviço da Paz”

O Regimento de Infantaria N.º 15 (RI15), em Tomar, assinalou, no passado dia 19 de maio, o 216.º aniversário, relembrando a data da sua criação...

Ramal de Tomar: início dos trabalhos de proteção anticorrosiva na Ponte da Bezelga

A Infraestruturas de Portugal deu início aos trabalhos de tratamento anticorrosivo na Ponte da Bezelga, localizada ao quilómetro 5,298 do Ramal de...

Leões de Tomar começaram o ‘play-off’ do campeonato com pesada derrota no Porto

Quatro dias depois da eliminação da Liga Europeia (nas meias finais, diante do Valongo, no desempate por grandes penalidades: 7-5 no total),...

U. Tomar foi avassalador diante do Cartaxo: com cabeça limpa… e pontaria afinada!

Uma goleada para a história! A equipa principal do U. Tomar goleou o Cartaxo por expressivo 10-0, no passado domingo, na antepenúltima...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -