fbpx
19.9 C
Tomar

Hugo Costa: “Temos de encontrar formas de nos aproximar dos cidadãos ou através de assembleias temáticas ou de sessões descentralizadas”

Relacionadas

PS apresenta listas à câmara e assembleia municipais para que “Tomar continue no caminho certo”

O Partido Socialista de Tomar apresentou, esta manhã, no auditório do Instituto Politécnico de Tomar, as listas...

Tomar: Miradouro do Baloiço junto à Cadeira d’El Rei

Tomar conta desde hoje com um baloiço panorâmico, no local a partir de agora designado como Miradouro...

Dez anos de Bibliotecando transformados em livro

Foi apresentado, ontem, dia 22 de julho, no auditório da Biblioteca Municipal de Tomar, o livro "Da...

Ginásio Clube de Tomar novamente em dose dupla no mesmo fim de semana!

Estamos em plena época alta nas competições das modalidades gímnicas. Atletas e demais envolvidos já não estavam...

Castelo de Ourém reabre ao público a 27 de julho

O Castelo de Ourém vai abrir novamente as suas portas ao público no dia 27 de julho,...
Ana Isabel Felício
Ana Isabel Felício
Comecei a trabalhar no Jornal Cidade de Tomar em 1999. Já lá vão uns anitos. Depois de sair da Universidade e de todas as dúvidas e dificuldades que surgem, foi-se construindo um caminho de experiência, com muitas situações, muitas pessoas, muitas aventuras e, claro, muito trabalho. Ao fim de todos estes anos, apesar de todos os percalços que a vida nos vai dando, cá estou, todos os dias a fazer o meu trabalho o melhor que sei, aprendendo com os que me rodeiam e também ensinando alguma coisa.

Tal como os candidatos à câmara, vão surgindo os nomes dos candidatos à Assembleia Municipal de Tomar pelos diversos partidos. O Jornal/Rádio Cidade de Tomar falou, esta semana, com o candidato do PS, Hugo Costa, que também é deputado na Assembleia da República e presidente da Federação do PS de Santarém.

Cidade Tomar – Que balanço faz deste mandato da Assembleia Municipal de Tomar?

Hugo Costa – A assembleia municipal é o órgão da democracia por excelência em cada concelho, é o órgão onde mais grupos políticos estão representados e é o órgão de fiscalização da câmara, onde são debatidos os principais documentos. Quero destacar o papel do presidente deste órgão, José Pereira, que de forma excelente tem conduzido este órgão e tem tido a capacidade de criar consensos, sendo o debate parlamentar sempre feito de forma justa e correta. Portanto, o balanço deste mandato é positivo. Foi um mandato em que o PS fez o seu papel, o PSD fez o seu papel de oposição, tal como o BE e a CDU e a câmara fez também o seu papel. Nos últimos tempos, a pandemia foi um desafio para todos.

– Há representantes das forças políticas com menor implantação com pouco tempo para intervirem nas assembleias, chegando-se ao ponto de outros partidos disponibilizarem tempo. É algo que pode mudar?

Tal como na Assembleia da República, o tempo é atribuído consoante a representação parlamentar e o número de deputados. É uma questão que pode ser vista e ser ajustada na questão do regimento. O PS sempre disponibilizou tempo e nunca ninguém deixou de falar por não ter tempo.

– As assembleias temáticas também deixaram de realizar-se e as moções e/ou recomendações ficam-se pelas sessões…

Neste mandato recordo a realização da assembleia temática sobre a educação, as comissões reuniram com alguma frequência até à pandemia, situação que veio condicionar as atividades, mas é de destacar a capacidade da assembleia e do seu presidente em adaptar a realidade às diversas circunstâncias. Posso dizer que a nível da saúde, foi feito um trabalho relevante pela comissão. Quero também lembrar as sessões da assembleia no Dia do Concelho, dia 1 de março, e no 25 de Abril que, precisamente, devido à pandemia, este ano foram diferentes. Estas sessões foram incluídas no regimento com toda a dignidade. Quanto aos documentos analisados (moções/recomendações), são dirigidos ao município. Posso dizer que na Assembleia da República as pessoas estão ali a tempo inteiro com meios e condições que nenhuma assembleia municipal tem. É sempre possível melhorar, pegando em bons exemplos, e melhorando.

Leia esta entrevista na íntegra na edição impressa, hoje nas bancas.

Ana Isabel Felício/Elsa Lourenço

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

PS apresenta listas à câmara e assembleia municipais para que “Tomar continue no caminho certo”

O Partido Socialista de Tomar apresentou, esta manhã, no auditório do Instituto Politécnico de Tomar, as listas...

Tomar: Miradouro do Baloiço junto à Cadeira d’El Rei

Tomar conta desde hoje com um baloiço panorâmico, no local a partir de agora designado como Miradouro...

Dez anos de Bibliotecando transformados em livro

Foi apresentado, ontem, dia 22 de julho, no auditório da Biblioteca Municipal de Tomar, o livro "Da construção de uma viagem partilhada...

Ginásio Clube de Tomar novamente em dose dupla no mesmo fim de semana!

Estamos em plena época alta nas competições das modalidades gímnicas. Atletas e demais envolvidos já não estavam habituados a este ritmo tão...

Castelo de Ourém reabre ao público a 27 de julho

O Castelo de Ourém vai abrir novamente as suas portas ao público no dia 27 de julho, após um investimento superior a...

Tomar prolonga oferta de vouchers até 40 € a quem use unidades hoteleiras do concelho até final de setembro

Campanha Tomar Check in é mais uma medida do município para apoiar a economia local afetada pela pandemia, envolvendo unidades hoteleiras, mas...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -