fbpx
28.7 C
Tomar

Obras do Burger King em Tomar já estão em marcha

Relacionadas

Tomar: registados 6 casos positivos de Covid-19 num aviário, 84 trabalhadores vão ser testados

A presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas (PS) anunciou na reunião de câmara desta segunda-feira, 3...

Pronta ação da patrulha da GNR de Tomar evita tragédia

Uma mulher de 54 anos tentou colocar termo à vida, na madrugada de...

Despedimento coletivo na IFM/Platex preocupa eleitos de Tomar

A IFM/Platex - Indústria de Fibras de Madeira, S.A. em Tomar avançou, na...

Protocolos da Secretaria de Estado das Comunidades formalizam gabinetes de apoio ao emigrante no Médio Tejo

Dezoito anos depois de terem sido criados pelo Secretário de Estado das Comunidades...

Chumbada na assembleia municipal moção “Tomar não é racista”

O tema do racismo foi recorrente na última sessão de assembleia municipal de Tomar, realizada a 31...
Elsa Ribeiro Gonçalves
Elsa Ribeiro Gonçalves
Nasceu em Tomar em 1976. Licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social do IP Lisboa. É jornalista desde 2005, sempre na imprensa regional. Mãe de uma menina, a escrita e as viagens são as suas outras grandes paixões.

Tiveram início, a 28 de julho, as obras do restaurante Burger King, que se vai localizar na Avª Dr Aurélio Ribeiro, em frente ao Continente Modelo, em Tomar e a poucos metros do Mac Donald’s. O novo restaurante de fast food surgir no local onde anteriormente funcionou um stand de automóveis e uma imobiliária. De acordo com Hugo Cristóvão, vice-presidente da autarquia, trata-se de um investimento de um milhão e meio de euros e que vai envolver a criação de algumas dezenas de postos de trabalho, sublinhando ainda a vitória que significou o início desta empreitada.

“Esta é apenas a primeira de outras já a caminho, e estou certo, outras mais que se seguirão em toda esta área do Plano de Pormenor das Avessadas. Representa muitas horas de trabalho ao longo de mais de dois anos, muitas reuniões internas e externas, e muitas horas a ir e vir da capital de reuniões com outras entidades, para conseguir primeiro suspender, e entretanto avançar com o processo de revisão deste PP que, estando em vigor desde 99, foi um colossal entrave ao desenvolvimento da cidade para aquela que é a sua área natural de expansão e consolidação, mas onde como todos sabemos, quase nada aconteceu tal o irrealismo do que que para ali foi então projetado”, referiu Hugo Cristóvão, a propósito da mesma.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

Tomar: registados 6 casos positivos de Covid-19 num aviário, 84 trabalhadores vão ser testados

A presidente da Câmara de Tomar, Anabela Freitas (PS) anunciou na reunião de câmara desta segunda-feira, 3...

Pronta ação da patrulha da GNR de Tomar evita tragédia

Uma mulher de 54 anos tentou colocar termo à vida, na madrugada de...

Despedimento coletivo na IFM/Platex preocupa eleitos de Tomar

A IFM/Platex - Indústria de Fibras de Madeira, S.A. em Tomar avançou, na passada semana, com o processo...

Protocolos da Secretaria de Estado das Comunidades formalizam gabinetes de apoio ao emigrante no Médio Tejo

Dezoito anos depois de terem sido criados pelo Secretário de Estado das Comunidades do PSD e agora deputado...

Chumbada na assembleia municipal moção “Tomar não é racista”

O tema do racismo foi recorrente na última sessão de assembleia municipal de Tomar, realizada a 31 de julho. Evocando as afirmações...

Eleitos de Tomar aprovam criação de um Conselho Municipal do Ambiente

Foi aprovada por maioria, na sessão de assembleia municipal de Tomar de 31 de julho, a moção do...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -