fbpx
27.4 C
Tomar

Dia Mundial da Criança celebrado virtualmente em Constância

Relacionadas

“Fazer visitas guiadas num sítio extraordinário como Tomar é apaixonante”

Sandra Costa, 44 anos, é guia turística em Tomar e conta-nos como teve que readaptar a sua atividade...

Banco de voluntariado fez cinco mil máscaras

A vereadora Filipa Fernandes informou, na reunião de câmara, na segunda feira, acerca da entrega de mais...

Agrupamento 44 em Tomar assinala Bodas de Diamante com inauguração do museu Carlos Simões da Silva

O Agrupamento 44 do Corpo Nacional de Escutas em Tomar assinalou a 1 de julho, o seu...

Comemorações dos 75 anos do Escutismo em Tomar

No passado dia 1 julho, o Agrupamento 44 dos Escuteiros do CNE, comemorou os 75 Anos do...

Covid-19: dois novos casos positivos em Ourém

Hoje, terça feira, dia 7 de julho, há dois novos casos positivos de Covid-19 no concelho de...

Em tempo de Pandemia o Museu dos Rios e das Artes Marítimas, em Constância, continua a adaptar as suas atividades a esta nova realidade, promovendo eventos de modo virtual, pelo que na próxima segunda-feira, 1 de junho, vai celebrar o Dia Mundial da Criança com a dinamização da atividade «Brincadeiras de Outros Tempos», um dia que também ficará marcado pela reabertura deste espaço cultural do concelho.

Prosseguindo a sua estratégia de salvaguarda do património cultural imaterial, o Museu lança esta atividade cujo objetivo é, além de assinalar o Dia Mundial da Criança, recolher memórias de infância, principalmente de brincadeiras antigas e modos de construção de brinquedos. Para participar, devem os interessados, a partir de 1 de junho, enviar um pequeno texto para o email museu.rios@cm-constancia.pt , descrevendo a(s) sua(s) memória(s) de infância, ou contactar diretamente o Museu.

Resultado de algumas recolhas já efetuadas, divulgamos uma memória de Fernando Rodrigues, sobre a forma de «apanhar grilos e fazer gaiolas».

“Antigamente, não havia dinheiro para comprar brinquedos”, recorda Fernando Rodrigues, de Constância, cabendo às crianças a missão de criarem os seus brinquedos com materiais que se encontravam no campo. É o caso das canas verdes que, nesta altura do ano, cresciam em qualquer lado e permitiam fazer muitos brinquedos que divertiam a criançada, com a ajuda de um cordel e de uma navalhinha, que todos traziam no bolso».

Assim, nesta fase que se assinalam efemérides de forma diferente, principalmente de modo virtual, o Museu dos Rios e das Artes Marítimas lança a atividade «Brincadeiras de Outros Tempos», deixando o desafio a todos para que partilhem as suas memórias da infância, contribuindo para a divulgação e salvaguarda do nosso riquíssimo património cultural.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

“Fazer visitas guiadas num sítio extraordinário como Tomar é apaixonante”

Sandra Costa, 44 anos, é guia turística em Tomar e conta-nos como teve que readaptar a sua atividade...

Banco de voluntariado fez cinco mil máscaras

A vereadora Filipa Fernandes informou, na reunião de câmara, na segunda feira, acerca da entrega de mais...

Agrupamento 44 em Tomar assinala Bodas de Diamante com inauguração do museu Carlos Simões da Silva

O Agrupamento 44 do Corpo Nacional de Escutas em Tomar assinalou a 1 de julho, o seu 75.º aniversário, que corresponde a...

Comemorações dos 75 anos do Escutismo em Tomar

No passado dia 1 julho, o Agrupamento 44 dos Escuteiros do CNE, comemorou os 75 Anos do Escutismo em Tomar.

Covid-19: dois novos casos positivos em Ourém

Hoje, terça feira, dia 7 de julho, há dois novos casos positivos de Covid-19 no concelho de Ourém, subindo, assim, o total...

Festa dos Tabuleiros de 2019 com saldo positivo de 59 mil euros

A Festa dos Tabuleiros de 2019 custou 535 mil euros e a próxima Comissão terá 59 mil euros para iniciar a festa...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -