fbpx
20.8 C
Tomar

Central Elétrica de Tomar vai abrir ao público a partir de 1 de março

Relacionadas

Testes realizados a 86 funcionários de aviário em Tomar deram negativo

Cinco funcionários de um aviário em Tomar estão infetados com covid-19, disse esta sexta-feira à Lusa a...

Empresa tomarense instala a primeira Central Solar da Força Aérea para autoconsumo

A empresa tomarense TemplarLuz localizada em Santa Catarina – Venda Nova – foi...

EPAL adjudica construção de central hidroelétrica da ETA da Asseiceira

                    A EPAL avançou com um investimento de 5 milhões de euros na construção...

Novo single do músico Pedro Dyonysyo “O Ladrão” quer passar mensagem de combate às barreiras sociais

Pedro Dyonysyo, músico do Entroncamento, esteve nos estúdios da Rádio e Jornal “Cidade de...

Localizado no Complexo Cultural da Levada, o Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar vai abrir as portas ao público no Dia da Cidade, após a inauguração oficial que decorrerá na véspera.

Integrado nos Dias de Thomar (evento comemorativo das duas efemérides mais importantes do concelho: a elevação a cidade em 1844 e a fundação do castelo em 1160), o Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar será aberto ao público no domingo, dia 1 de março, a partir das 10 horas da manhã, depois de ser oficialmente inaugurado na véspera.

Com este projeto museológico da responsabilidade do Município de Tomar, desenvolvido na continuação das ações de reabilitação e requalificação daquele espaço, a Central torna-se a primeira unidade industrial do Complexo Cultural da Levada de Tomar a abrir as portas ao público, dando formalmente início ao seu novo uso cultural.

Dotado nesta primeira fase de uma exposição de longa duração, que apresenta e reflete a memória daquele equipamento industrial nas suas diferentes dimensões materiais e imateriais, o Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar pretende proporcionar a apresentação e interpretação de diferentes equipamentos de produção de energia elétrica, assim como a história da eletrificação em Tomar.

Este equipamento recordará que a Central Elétrica de Tomar, inaugurada a 1 de julho de 1901, surgiu com o propósito de fornecer eletricidade às 100 lâmpadas de 16 velas para a cidade, e que Tomar foi uma das primeiras cidades do país, depois de Elvas e Vila Real, a dispor de iluminação pública elétrica.

Promovendo a preservação e potenciando a valorização do património cultural, o Município de Tomar devolve, assim, um legado industrial e testemunho da história do desenvolvimento local à fruição pública.

O Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar vai estar aberto de terça feira a domingo, durante o período de inverno – de outubro a março, das 10h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00, e durante o período de verão – de abril a setembro, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

Testes realizados a 86 funcionários de aviário em Tomar deram negativo

Cinco funcionários de um aviário em Tomar estão infetados com covid-19, disse esta sexta-feira à Lusa a...

Empresa tomarense instala a primeira Central Solar da Força Aérea para autoconsumo

A empresa tomarense TemplarLuz localizada em Santa Catarina – Venda Nova – foi a escolhida para instalar a...

EPAL adjudica construção de central hidroelétrica da ETA da Asseiceira

                    A EPAL avançou com um investimento de 5 milhões de euros na construção de uma central que permite...

Novo single do músico Pedro Dyonysyo “O Ladrão” quer passar mensagem de combate às barreiras sociais

Pedro Dyonysyo, músico do Entroncamento, esteve nos estúdios da Rádio e Jornal “Cidade de Tomar”, acompanhado pelo violinista Ricardo...

Câmara de Tomar avança com demolição de mais barracas no Flecheiro

A Câmara de Tomar avançou, na quarta-feira, 5 de agosto, com a demolição de barracas no Acampamento do...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -