fbpx
17.7 C
Tomar

Hóquei em patins: Sp. Tomar vice-campeão nacional de Sub-23

Relacionadas

Centro de Vacinação vai ser desativado e vacinação passa para o 1.º andar do pavilhão municipal

O Centro de Vacinação contra a Covid-19, instalado no Pavilhão Jácome Ratton, em Tomar, está a ser...

Livro de Nuno Garcia Lopes sobre lidar com a perda já está disponível em 2.ª edição

Já está disponível a segunda edição do livro “Os balões que me ensinaram a voar”, com textos...

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara Anabela Freitas foi reeleita presidente da...

Autárquicas 2021: acompanhe a emissão especial da Rádio Cidade de Tomar

O Jornal e Rádio "Cidade de Tomar" vai ter uma equipa de correspondentes na rua, na noite...

Leões de Tomar alcançaram, na Embra, a primeira vitória no campeonato

Primeira vitória em jogos oficiais, esta época! Depois de três derrotas na Elite Cup e de um...

Um brilhante trajeto… ao qual faltou apenas a ‘cereja no topo do bolo’! Com um grupo de atletas sub-19 (e um ainda juvenil), o Sp. Tomar caiu na final do Campeonato Nacional de Sub-23, diante da mais experiente equipa do Valongo, por 1-5.

A última fase (Prova 3) da primeira edição deste campeonato, instituído esta época pela Federação de Patinagem de Portugal, decorreu durante o recente fim de semana, no Pavilhão Municipal de Paços de Ferreira.

Era a final mais previsível, tendo em conta os resultados alcançados por Valongo e Sp. Tomar nas duas fases anteriores.

Recorde-se que, depois de uma fase regional, a Prova 2 (com oito equipas divididas em dois grupos, servindo para definir o alinhamento para a decisiva Final-8) decorreu no fim de semana anterior, em Alenquer.

Valongo e Sp. Tomar confirmaram a sua candidatura à final; os valonguenses vincaram a sua candidatura ao título. Após duas vitórias nos dois primeiros jogos, Valongo (4-1 ao Ac. Feira e 10-3 ao Oeiras) e Sp. Tomar (10-2 ao Oeiras e 7-4 ao Ac. Feira) encontraram-se no confronto que servia de ‘aperitivo’ para a final do campeonato.

A equipa valonguense (com Bernardo Mendes, Rafael Bessa, Diogo Barata e Diogo Abreu, quatro jogadores habituais na equipa sénior) venceu por claro 3-10.

Na decisiva Final-8, disputada na Capital do Móvel, o Sp. Tomar começou (na sexta feira) por bater o Campo de Ourique por expressivo 10-4. Lucas Honório (4), Francisco Beirante (2), Pedro Batista (2), João Inácio e Francisco Ferreira apontaram os golos leoninos.

Seguiu-se, na meia-final, no sábado, o confronto com a Oliveirense. Mais uma vitória dos jovens leões tomarenses, por claro 7-2. Francisco Beirante (3), João Inácio, Pedro Baptista, Lucas Honório e Francisco Ferreira marcaram os golos que carimbaram a presença no jogo mais desejado.

Também o Valongo teve, nesta terceira fase (e em toda a competição) um percurso digno de registo: 11-1 ao H. Mealhada e 10-3 ao Oeiras.

Na final, ao início da tarde de domingo, a equipa treinada por Vítor ‘Viti’ Oliveira foi superior, em particular no primeiro tempo. Com muita intensidade, aproveitou os erros dos tomarenses para chegar ao intervalo a vencer por 0-3 (dois golos de Gabriel Azevedo e um de Diogo Barata).

João Sousa motivou os seus pupilos no intervalo… e, efetivamente, o Sp. Tomar foi diferente, para melhor, na segunda parte, mas continuou com dificuldades para acertar na rede da baliza defendida por Bernardo Mendes.

Mais maduro, matreiro, o Valongo consolidou a vantagem com mais dois golos, por ‘Gabi’ Azevedo e Diogo Barata (0-5).

Pedro Baptista reduziu a diferença, para 1-5, a pouco mais de 15 minutos do final.

A equipa leonina, que já tinha desperdiçado três livres diretos, ainda poderia ter encurtado mais a distância no marcador, mas, entre outras oportunidades, não conseguir aproveitar uma nova situação de bola parada.

Triunfo da equipa que entrou como favorita nesta final… e que, efetivamente, nos 50 minutos, acabou por justificar a conquista deste título.

Mas o percurso do Sp. Tomar (a juntar ao do título nacional de Sub-17 conquistado na época 2011/12) também merece ser enaltecido: 14 vitórias e um empate em 16 jogos na primeira fase; duas vitórias em três jogos na segunda; duas vitórias nesta decisiva fase final.

Apenas três derrotas em 22 jogos mostram que o futuro destes jogadores pode ser risonho!

E por tudo isto, na cerimónia final do campeonato, os jogadores tomarenses… mereciam ter recebido pelo menos uma medalha!

Classificação final do campeonato: 1.º – Valongo; 2.º – Sp. Tomar; 3.º – Oeiras; 4.º – Oliveirense; 5.º – Campo de Ourique; 6.º – H. Mealhada; 7.º – Riba D’Ave; 8.º – Ac. Feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Centro de Vacinação vai ser desativado e vacinação passa para o 1.º andar do pavilhão municipal

O Centro de Vacinação contra a Covid-19, instalado no Pavilhão Jácome Ratton, em Tomar, está a ser...

Livro de Nuno Garcia Lopes sobre lidar com a perda já está disponível em 2.ª edição

Já está disponível a segunda edição do livro “Os balões que me ensinaram a voar”, com textos...

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara Anabela Freitas foi reeleita presidente da Câmara de Tomar e Hugo...

Autárquicas 2021: acompanhe a emissão especial da Rádio Cidade de Tomar

O Jornal e Rádio "Cidade de Tomar" vai ter uma equipa de correspondentes na rua, na noite deste domingo, 26 de setembro,...

Leões de Tomar alcançaram, na Embra, a primeira vitória no campeonato

Primeira vitória em jogos oficiais, esta época! Depois de três derrotas na Elite Cup e de um empate caseiro (3-3), diante do...

U. Tomar manteve registo vitorioso com triunfo suado em Glória do Ribatejo

Sofrida… mas inteiramente merecida! Mais uma vitória tangencial (1-2), desta vez na visita a Glória do Ribatejo, permitiu ao U. Tomar manter...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -