fbpx
17.7 C
Tomar

PJ deteve homem por ter ateado vários incêndios nos concelhos da Sertã, Proença-a-Nova, Oleiros e Vila de Rei

Relacionadas

Centro de Vacinação vai ser desativado e vacinação passa para o 1.º andar do pavilhão municipal

O Centro de Vacinação contra a Covid-19, instalado no Pavilhão Jácome Ratton, em Tomar, está a ser...

Livro de Nuno Garcia Lopes sobre lidar com a perda já está disponível em 2.ª edição

Já está disponível a segunda edição do livro “Os balões que me ensinaram a voar”, com textos...

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara Anabela Freitas foi reeleita presidente da...

Autárquicas 2021: acompanhe a emissão especial da Rádio Cidade de Tomar

O Jornal e Rádio "Cidade de Tomar" vai ter uma equipa de correspondentes na rua, na noite...

Leões de Tomar alcançaram, na Embra, a primeira vitória no campeonato

Primeira vitória em jogos oficiais, esta época! Depois de três derrotas na Elite Cup e de um...

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração da GNR da Sertã e do Grupo de Trabalho para a Redução das Ignições em Espaço Rural, do Centro, deteve, um homem, de 38 anos, engenheiro eletrotécnico, pela presumível prática de vários crimes de incêndio florestal, com recurso a engenhos eletrónicos incendiários.

No dia 18 de julho, por volta das 14h30, nos concelhos da Sertã e Proença-a-Nova, eclodiram quatro incêndios florestais, através de engenhos eletrónicos incendiários, colocados pelo suspeito, em zonas povoadas com mato, medronheiros, eucaliptos, pinheiros e outras espécies, com continuidade vertical e horizontal, confinante com zonas urbanas, com várias aldeias em redor, com uma área ardida de cerca de 60 ha, que teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos meios de combate – bombeiros e meios aéreos.

O detido é suspeito de outros incêndios, ocorridos em anos anteriores, nos concelhos indicados, designadamente no ano passado nos concelhos de Oleiros e Proença-a-Nova, com áreas ardidas de 5.000 ha e 14.000 ha, respetivamente.

A atuação do suspeito colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, habitações e a grande mancha florestal.

O detido vai ser presente, hoje, a primeiro interrogatório judicial para aplicação das adequadas medidas de coação. Pelas 15h30, na Diretoria do Centro da Polícia Judiciária, serão prestados esclarecimentos complementares, podendo ser filmados e fotografados os artefactos incendiários apreendidos.

Foto: PJ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Centro de Vacinação vai ser desativado e vacinação passa para o 1.º andar do pavilhão municipal

O Centro de Vacinação contra a Covid-19, instalado no Pavilhão Jácome Ratton, em Tomar, está a ser...

Livro de Nuno Garcia Lopes sobre lidar com a perda já está disponível em 2.ª edição

Já está disponível a segunda edição do livro “Os balões que me ensinaram a voar”, com textos...

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara Anabela Freitas foi reeleita presidente da Câmara de Tomar e Hugo...

Autárquicas 2021: acompanhe a emissão especial da Rádio Cidade de Tomar

O Jornal e Rádio "Cidade de Tomar" vai ter uma equipa de correspondentes na rua, na noite deste domingo, 26 de setembro,...

Leões de Tomar alcançaram, na Embra, a primeira vitória no campeonato

Primeira vitória em jogos oficiais, esta época! Depois de três derrotas na Elite Cup e de um empate caseiro (3-3), diante do...

U. Tomar manteve registo vitorioso com triunfo suado em Glória do Ribatejo

Sofrida… mas inteiramente merecida! Mais uma vitória tangencial (1-2), desta vez na visita a Glória do Ribatejo, permitiu ao U. Tomar manter...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -