fbpx
17 C
Tomar

CHMT: serviço de cardiologia implanta pela primeira vez micro-dispositivos para monitorização cardíaca e inicia consulta de Insuficiência Cardíaca Avançada

Relacionadas

Expoégua: o momento em que a Golegã, a Capital do Cavalo enaltece a égua

Exposição de éguas e poldros, Romaria, Prova de Vinhos do Tejo, entre outras...

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023, equipa que irá acompanhar o...

Regimento de Infantaria N.º 15 assinalou 216.º aniversário com exposição sobre “Os Novos Templários ao Serviço da Paz”

O Regimento de Infantaria N.º 15 (RI15), em Tomar, assinalou, no passado dia 19 de maio, o 216.º aniversário,...

Ramal de Tomar: início dos trabalhos de proteção anticorrosiva na Ponte da Bezelga

A Infraestruturas de Portugal deu início aos trabalhos de tratamento anticorrosivo na Ponte da Bezelga, localizada ao...

Leões de Tomar começaram o ‘play-off’ do campeonato com pesada derrota no Porto

Quatro dias depois da eliminação da Liga Europeia (nas meias finais, diante do Valongo, no desempate por...

Foram já implantados quatro micro dispositivos para monitorização cardíaca pelo Serviço de Cardiologia, do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT). Uma técnica diferenciada e inovadora, que está a ser realizada por profissionais do Departamento de Arritmologia do Serviço de Cardiologia do CHMT.

O implante destes micro dispositivos para monitorização cardíaca é ideal para doentes com problemas cardíacos que originam síncopes e que por isso precisam de monitorização de longo prazo e contínua por parte do médico assistente.

David Durão, diretor do Serviço de Cardiologia, refere que “a implantação destes “devices” realizada por profissionais do serviço é uma mais valia, que representa um acréscimo de diferenciação do próprio Serviço de Cardiologia, mas é, sobretudo, uma mais valia para os doentes cardíacos, que desta forma, ao estarem monitorizados e acompanhados evitam deslocações às urgências hospitalares”.

Estes dispositivos são implantados debaixo da pele através de uma pequena incisão de menos de um centímetro no lado superior esquerdo do tórax e, quando implantados, são frequentemente quase impercetíveis a olho nu.

Este aparelho permite uma vigilância diária do ritmo cardíaco até um período de três anos (detetor de eventos sub-cutâneo). Estes dispositivos comunicam com um aparelho (via wireless) que é ligado à corrente elétrica de casa e que transmite informação diretamente ao médico ou para a equipa do hospital (monitorização remota), sempre que se verifica uma ocorrência importante.

Estes aparelhos são, também, um auxiliar diagnóstico de grande valia no esclarecimento da causa da síncope, nomeadamente quando surge com grandes intervalos de tempo entre os episódios, mas que pode estar associada a potencial risco de vida.

O primeiro micro dispositivo foi colocada no CHMT, a 22 de março, e, desde então, já foram implantados com sucesso quatro dispositivos, estando já marcada mais uma intervenção para o dia 24 de junho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Expoégua: o momento em que a Golegã, a Capital do Cavalo enaltece a égua

Exposição de éguas e poldros, Romaria, Prova de Vinhos do Tejo, entre outras...

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023, equipa que irá acompanhar o...

Regimento de Infantaria N.º 15 assinalou 216.º aniversário com exposição sobre “Os Novos Templários ao Serviço da Paz”

O Regimento de Infantaria N.º 15 (RI15), em Tomar, assinalou, no passado dia 19 de maio, o 216.º aniversário, relembrando a data da sua criação...

Ramal de Tomar: início dos trabalhos de proteção anticorrosiva na Ponte da Bezelga

A Infraestruturas de Portugal deu início aos trabalhos de tratamento anticorrosivo na Ponte da Bezelga, localizada ao quilómetro 5,298 do Ramal de...

Leões de Tomar começaram o ‘play-off’ do campeonato com pesada derrota no Porto

Quatro dias depois da eliminação da Liga Europeia (nas meias finais, diante do Valongo, no desempate por grandes penalidades: 7-5 no total),...

U. Tomar foi avassalador diante do Cartaxo: com cabeça limpa… e pontaria afinada!

Uma goleada para a história! A equipa principal do U. Tomar goleou o Cartaxo por expressivo 10-0, no passado domingo, na antepenúltima...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -