fbpx
21.8 C
Tomar

CHMT: serviço de cardiologia implanta pela primeira vez micro-dispositivos para monitorização cardíaca e inicia consulta de Insuficiência Cardíaca Avançada

Relacionadas

PS apresenta listas à câmara e assembleia municipais para que “Tomar continue no caminho certo”

O Partido Socialista de Tomar apresentou, esta manhã, no auditório do Instituto Politécnico de Tomar, as listas...

Tomar: Miradouro do Baloiço junto à Cadeira d’El Rei

Tomar conta desde hoje com um baloiço panorâmico, no local a partir de agora designado como Miradouro...

Dez anos de Bibliotecando transformados em livro

Foi apresentado, ontem, dia 22 de julho, no auditório da Biblioteca Municipal de Tomar, o livro "Da...

Ginásio Clube de Tomar novamente em dose dupla no mesmo fim de semana!

Estamos em plena época alta nas competições das modalidades gímnicas. Atletas e demais envolvidos já não estavam...

Castelo de Ourém reabre ao público a 27 de julho

O Castelo de Ourém vai abrir novamente as suas portas ao público no dia 27 de julho,...

Foram já implantados quatro micro dispositivos para monitorização cardíaca pelo Serviço de Cardiologia, do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT). Uma técnica diferenciada e inovadora, que está a ser realizada por profissionais do Departamento de Arritmologia do Serviço de Cardiologia do CHMT.

O implante destes micro dispositivos para monitorização cardíaca é ideal para doentes com problemas cardíacos que originam síncopes e que por isso precisam de monitorização de longo prazo e contínua por parte do médico assistente.

David Durão, diretor do Serviço de Cardiologia, refere que “a implantação destes “devices” realizada por profissionais do serviço é uma mais valia, que representa um acréscimo de diferenciação do próprio Serviço de Cardiologia, mas é, sobretudo, uma mais valia para os doentes cardíacos, que desta forma, ao estarem monitorizados e acompanhados evitam deslocações às urgências hospitalares”.

Estes dispositivos são implantados debaixo da pele através de uma pequena incisão de menos de um centímetro no lado superior esquerdo do tórax e, quando implantados, são frequentemente quase impercetíveis a olho nu.

Este aparelho permite uma vigilância diária do ritmo cardíaco até um período de três anos (detetor de eventos sub-cutâneo). Estes dispositivos comunicam com um aparelho (via wireless) que é ligado à corrente elétrica de casa e que transmite informação diretamente ao médico ou para a equipa do hospital (monitorização remota), sempre que se verifica uma ocorrência importante.

Estes aparelhos são, também, um auxiliar diagnóstico de grande valia no esclarecimento da causa da síncope, nomeadamente quando surge com grandes intervalos de tempo entre os episódios, mas que pode estar associada a potencial risco de vida.

O primeiro micro dispositivo foi colocada no CHMT, a 22 de março, e, desde então, já foram implantados com sucesso quatro dispositivos, estando já marcada mais uma intervenção para o dia 24 de junho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

PS apresenta listas à câmara e assembleia municipais para que “Tomar continue no caminho certo”

O Partido Socialista de Tomar apresentou, esta manhã, no auditório do Instituto Politécnico de Tomar, as listas...

Tomar: Miradouro do Baloiço junto à Cadeira d’El Rei

Tomar conta desde hoje com um baloiço panorâmico, no local a partir de agora designado como Miradouro...

Dez anos de Bibliotecando transformados em livro

Foi apresentado, ontem, dia 22 de julho, no auditório da Biblioteca Municipal de Tomar, o livro "Da construção de uma viagem partilhada...

Ginásio Clube de Tomar novamente em dose dupla no mesmo fim de semana!

Estamos em plena época alta nas competições das modalidades gímnicas. Atletas e demais envolvidos já não estavam habituados a este ritmo tão...

Castelo de Ourém reabre ao público a 27 de julho

O Castelo de Ourém vai abrir novamente as suas portas ao público no dia 27 de julho, após um investimento superior a...

Tomar prolonga oferta de vouchers até 40 € a quem use unidades hoteleiras do concelho até final de setembro

Campanha Tomar Check in é mais uma medida do município para apoiar a economia local afetada pela pandemia, envolvendo unidades hoteleiras, mas...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -