fbpx
17.3 C
Tomar

Caráter, brio e persistência… na base da quinta vitória do U. Tomar no Campeonato de Portugal!

Relacionadas

Embora já com o destino traçado, a descida/regresso às competições distritais, o U. Tomar mostrou grande caráter e brio… e somou o quinto triunfo (todos em casa) no Campeonato de Portugal.

Depois de seis derrotas seguidas, a equipa unionista venceu o Alverca ‘B’, por 1-0, na tarde de sábado, 9 de março, para a jornada 23 da Série C da competição nacional.

É verdade que o Alverca ‘B’ vinha de cinco derrotas seguidas – três na mesma semana, em fevereiro, diante dos candidatos Marinhense (0-1), Lusitânia (1-0) e U. Santarém (3-1), seguidas de mais duas em casa, frente a Mortágua (1-2) e Sertanense (0-1) – e ainda ‘perdeu’ o goleador Rodrigo Freitas para a equipa principal.

Mas o U. Tomar também tinha grandes limitações: em relação ao jogo da primeira volta – derrota por expressivo 5-1 -, por exemplo, faltavam 10 jogadores: Caio Pinho, Guilherme Barros, Patrick Igwe, Eric Sousa e Hélio Ocante saíram… e Quim Zé, Leandro Filipe, Arthur Silva, Anderson Nascimento e Tiago Vieira estão lesionados!

Querendo dar um safanão na crise, a equipa de Alverca entrou ao ataque… e, logo na fase inicial, criou três oportunidades de golo: Afonso Vagarinho (5’), José ‘Djé’ Tavares (10’) e Tibério Cunha (13’) não acertaram na baliza!

No outro lado, a resposta unionista, por Guilherme Camargo (15’) e Diogo Veríssimo (17’), não chegou para assustar o guardião Rodrigo Santos.

Luís Sousa, já numa fase de maior equilíbrio, negou o golo a Gustavo Godinho (18’) e Afonso Vagarinho (25’).

A equipa visitante voltou a assumir maior presença atacante na reta final da primeira parte… mas não conseguiu criar grandes problemas à defesa tomarense.

O segundo tempo começou com chuva… e também sob o domínio do Alverca. Logo no segundo minuto, após remate da esquerda, Nuno Rodrigues safou a bola da área… O capitão Pedro Henriques, no minuto 54, avançou no terreno e atirou forte… para defesa do guardião unionista. Djé, já no minuto 62, também rematou da zona frontal… ao lado da baliza!   

Volvidos quatro minutos (66’), surgiu o único golo do encontro: Guilherme Graça entrou na área pela esquerda e, de perto da linha de fundo, colocou a bola na zona frontal… onde o reforço Juan Pablo Mosquera apareceu a finalizar, sem hipóteses de defesa para Rodrigo Santos.

Luís Sousa, passados cinco minutos, negou o empate a Francisco Moura, em remate da direita.

A reação do Alverca ‘obrigou’ a equipa tomarense a recuar no terreno. Mas os unionistas defenderam a magra vantagem com afinco e determinação… não permitindo grandes situações de perigo para a sua baliza.

E, já no minuto 82, após passe vertical de Guilherme Graça, o colombiano Juan Mosquera… não conseguiu ultrapassar o guarda-redes, perdendo a oportunidade de bisar, no segundo encontro com a camisola unionista.

Arbitragem positiva.

O próximo desafio do U. Tomar será também em casa, no domingo, 17, diante do Sertanense (15h00.

Texto: Jorge Ramos

Foto: JMFS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas

Investidores internacionais confiam no mercado chinês

As autoridades chinesas acabam de divulgar (no dia 17 de Junho corrente) o desempenho da economia daquele país no...

“Jardim de Luz” deu mais encanto noturno ao Mouchão

O Mouchão Parque em Tomar ganhou mais encanto na noite de sábado, 15 de junho, com a exibição de...
- Advertisement -

Mais notícias