fbpx
6.2 C
Tomar

Deputados do PS querem obras nas urgências de Abrantes

Relacionadas

Alves Jana apresenta o seu novo livro “Anim’Antes – Estórias de animação em Abrantes”

No próximo sábado, dia 2 de março, pelas 17h00, na Junta de Freguesia do Pego, Alves Jana...

XXIV Encontro de Colecionadores: pacotes de açúcar dominaram uma vez mais as coleções

Decorreu, no sábado, dia 24 de fevereiro, na tenda do Mercado Municipal de Tomar, o XXIV Encontro...

EUA são o maior obstáculo ao fim do conflito em Gaza

Os Estados Unidos vetaram mais uma vez, no passado dia 20, um projeto de resolução apresentado pelo...

Abrantes: Serviço de Urgência de Ginecologia-Obstetrícia e Bloco de Partos encerrados até às 9h00 de segunda feira

O Serviço de Urgência de Ginecologia-Obstetrícia e Bloco de Partos da ULS Médio Tejo estão encerrados desde...

Maior prova da formação do hóquei em patins vai decorrer em Tomar

Tomar afirma-se cada vez mais como um dos destinos naturais para as grandes provas de hóquei em...

Os cinco deputados do PS eleitos por Santarém querem ver concluídas as obras nas urgências do Hospital de Abrantes do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT). Os eleitos questionaram o governo sobre o ponto de situação da intervenção que já está adjudicada, mas que ainda não foi iniciada, de acordo com informação do Conselho de Administração do CHMT, com quem os eleitos reuniram em janeiro.

“As obras de requalificação e expansão das urgências médico-cirúrgicas no Hospital de Abrantes, com um custo de 2,9 milhões de euros, são centrais para um melhor serviço aos cidadãos, mas igualmente para dotar os profissionais de melhores condições de trabalho”, argumentam os cinco deputados – Hugo Costa, Alexandra Leitão, Mara Lagriminha, Manuel Afonso e Francisco Dinis.

O Centro Hospitalar do Médio Tejo abrange 245 mil habitantes residentes em 12 concelhos do distrito de Santarém (Abrantes, Alcanena, Constância, Golegã, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha), dois concelhos do distrito de Portalegre (Gavião e Ponte de Sôr) e um do distrito de Castelo Branco (Vila de Rei).

O hospital está dividido em três unidades hospitalares nos concelhos de Abrantes, Tomar e Torres Novas. “É um centro hospitalar crucial para um vasto território”, sublinham na pergunta remetida ao Governo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Alves Jana apresenta o seu novo livro “Anim’Antes – Estórias de animação em Abrantes”

No próximo sábado, dia 2 de março, pelas 17h00, na Junta de Freguesia do Pego, Alves Jana...

XXIV Encontro de Colecionadores: pacotes de açúcar dominaram uma vez mais as coleções

Decorreu, no sábado, dia 24 de fevereiro, na tenda do Mercado Municipal de Tomar, o XXIV Encontro...

EUA são o maior obstáculo ao fim do conflito em Gaza

Os Estados Unidos vetaram mais uma vez, no passado dia 20, um projeto de resolução apresentado pelo Conselho de Segurança das Nações...

Abrantes: Serviço de Urgência de Ginecologia-Obstetrícia e Bloco de Partos encerrados até às 9h00 de segunda feira

O Serviço de Urgência de Ginecologia-Obstetrícia e Bloco de Partos da ULS Médio Tejo estão encerrados desde esta sexta feira (dia 23...

Maior prova da formação do hóquei em patins vai decorrer em Tomar

Tomar afirma-se cada vez mais como um dos destinos naturais para as grandes provas de hóquei em patins, numa aposta estratégica cujos...

Inaugurada a 2.ª edição do Tomar Game Festival no Complexo Cultural da Levada

Foi inaugurada, esta sexta feira, a 2.ª edição do Tomar Game Festival no Complexo Cultural da Levada, numa iniciativa da GAMEscola Portugal...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -