fbpx
15.2 C
Tomar

Operação Nacional da PSP “Violência fica à porta”

Relacionadas

Tomar Game Festival traz o mundo dos videojogos a Tomar

O Complexo Cultural da Levada vai ser palco, entre 27 e 29 de janeiro, do Tomar Game...

TomarIniciativas anuncia programa do Carnaval 2023

A TomarIniciativas já divulgou o programa do Carnaval 2023 em Tomar, evento que decorre entre 17 e...

Câmara perde vários recursos no processo judicial que envolve o edifício do antigo SMAS

Questionada pelo vereador Tiago Carrão (PSD), na reunião de câmara, na segunda feira, sobre a possibilidade de...

Torres Novas: dois detidos por caça em área de proteção

O Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo da Proteção Ambiental (NPA) de Torres Novas, deteve, no...

Nova Nut2 da Lezíria do Tejo, Médio Tejo e Oeste aprovada em Bruxelas

A Comissão Europeia aprovou a constituição de uma nova NUT2 que vai unir Médio Tejo, Lezíria do Tejo...

A Polícia de Segurança Pública (PSP) já desencadeou a operação nacional “Violência fica à porta”, operação que visa sensibilizar toda a sociedade para o fenómeno da violência doméstica e a importância da sua denúncia precoce como melhor forma de proteção das vítimas da escalada de violência.

A operação, que decorre até dia 25, decorre da associação da PSP ao Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres, assinalado a 25 de novembro.

Em concreto, com esta operação a PSP objetiva: Privilegiar os contactos individuais com vítimas de violência doméstica e seus familiares; Realizar ações de sensibilização sobre o tema; Organizar e/ou participar em fóruns ou seminários, locais e nacionais, que promovam o alerta sobre o problema e a necessidade de denunciar este crime, nas suas diferentes tipologias (física, psicológica, sexual ou privação de liberdade).

Para esta operação a PSP vai empenhar os 1.000 polícias com competências específicas para atuarem na salvaguarda de vítimas de violência doméstica, colocados nas 162 salas de apoio à vítima (11 delas especializadas), reforçados por 350 polícias do Programa Escola Segura.

Relembra-se que, neste âmbito, no ano 2021 a PSP registou globalmente: 900 detenções de agressores 13.000 propostas de medidas de coação a aplicar sobre a pessoa suspeita de praticar a violência; 13.750 participações pelo crime de violência doméstica, tendo sido reportada violência psicológica em 13.200 ocorrências e física em 10.000; 62.000 contactos pós-vitimação, para verificação das condições de segurança das vítimas e ponderação de novas medidas de proteção.

Os indícios mais comuns que pode detetar numa vítima de violência doméstica são: Físicos: Fraturas, cortes, hematomas ou lesões genitais. Comportamentais: Comportamento passivo/submisso, ansiedade, depressão. Emocionais: Sentimento de culpa/vergonha, estado de alerta geral, baixa autoestima.

Se for vítima ou tiver conhecimento de uma situação de violência doméstica, participe à Polícia: Na Esquadra, presencialmente, por telefone, ou via email violenciadomestica@psp.pt.

A PSP manterá um relevante esforço de atualização e desenvolvimento nesta área, de que constitui exemplo os 55 polícias que estão a terminar a frequência do Curso de Prevenção e Intervenção Policial em Violência Doméstica, que decorre na Escola Prática de Polícia desde 31 de outubro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Tomar Game Festival traz o mundo dos videojogos a Tomar

O Complexo Cultural da Levada vai ser palco, entre 27 e 29 de janeiro, do Tomar Game...

TomarIniciativas anuncia programa do Carnaval 2023

A TomarIniciativas já divulgou o programa do Carnaval 2023 em Tomar, evento que decorre entre 17 e...

Câmara perde vários recursos no processo judicial que envolve o edifício do antigo SMAS

Questionada pelo vereador Tiago Carrão (PSD), na reunião de câmara, na segunda feira, sobre a possibilidade de desistir do processo judicial que...

Torres Novas: dois detidos por caça em área de proteção

O Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo da Proteção Ambiental (NPA) de Torres Novas, deteve, no dia 22 de janeiro, dois...

Nova Nut2 da Lezíria do Tejo, Médio Tejo e Oeste aprovada em Bruxelas

A Comissão Europeia aprovou a constituição de uma nova NUT2 que vai unir Médio Tejo, Lezíria do Tejo e Oeste.

Encontro Nacional LEADER 2023 com lançamento do Plano Nacional da Alimentação equilibrada e sustentável

Teve lugar, entre 10 e 12 de janeiro, em Arouca, o Encontro Nacional LEADER 2023. A iniciativa foi...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -