fbpx
13 C
Tomar

Chumbada proposta do PSD para apoio extraordinário às juntas de freguesia

Relacionadas

PJ emite comunicado sobre caso de agressão ocorrido na freguesia de Madalena/Beselga em Tomar

A Polícia Judiciária de Leiria emitiu, na tarde desta quarta-feira, 7 de dezembro, um comunicado relativo à...

PJ e GNR de Tomar procuram fugitivo que atacou mulher com violência

A PJ e GNR de Tomar encontram-se a tentar localizar um homem que, na sequência de uma...

Um livro que foge aos estereótipos para que haja sempre Natal

“O ratinho que encontrou um tesouro e outros contos de Natal” tem textos de Nuno Garcia Lopes,...

IPT promove sessão sobre o Programa Horizonte Europa direcionada a empresas da região

O Instituto Politécnico de Tomar (IPT), através do Gabinete de Apoio a Atividades de I&D, convidou, no...

Orçamento da Câmara de Tomar cresce para 51,6 milhões

A Câmara de Tomar aprovou na quarta-feira, 30 de novembro, um orçamento de 51,6 milhões de...

Os vereadores do PSD apresentaram, na reunião de câmara de 11 de julho, uma proposta para “atribuição de apoio extraordinário às Juntas de Freguesia em 2022”, “tendo em conta o aumento de custos com combustíveis e a inflação”, mas a mesma acabou por ser rejeitada pela maioria do Partido Socialista, com voto de qualidade do presidente em exercício, uma vez que a presidente da autarquia, Anabela Freitas não compareceu nesta sessão. O vice-presidente da autarquia justificou o voto contra por questões cabimentais, uma vez que este é um valor “ainda considerável”.

A proposta foi apresentada em reunião de executivo, pela vereadora Lurdes Fernandes, e solicitava que a Câmara pudesse atribuir um apoio extraordinário a todas as Juntas de Freguesia em 2022, em pelo menos 6%, tendo em conta os valores previsíveis de inflação, apoio este que, no total das juntas de freguesia, andará à volta de 50 mil euros. “As juntas não viram atribuído qualquer reforço para continuarem a fazer face às competências que lhe estão delegadas”, frisou, acrescentando que as juntas de freguesia são parceiras fundamentais do município”, disse.

Para o PSD, “as Juntas de Freguesia são as entidades públicas que, estando mais próximas do cidadão, dão uma resposta mais rápida e eficaz às mais diversas situações, para além das competências que têm subdelegadas pela Câmara Municipal, sendo que o ano de 2022 apresentava-se como o ano de retoma das atividades normais”, após dois anos de pandemia. “Contudo, ao surgir a guerra na Ucrânia, outros problemas surgiram e vieram acrescer as dificuldades já sentidas pelas Juntas de Freguesia, como é o aumento do preço dos materiais e, em particular, dos combustíveis e serviços”, defendem.

  • Notícia desenvolvida na próxima edição semanal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

PJ emite comunicado sobre caso de agressão ocorrido na freguesia de Madalena/Beselga em Tomar

A Polícia Judiciária de Leiria emitiu, na tarde desta quarta-feira, 7 de dezembro, um comunicado relativo à...

PJ e GNR de Tomar procuram fugitivo que atacou mulher com violência

A PJ e GNR de Tomar encontram-se a tentar localizar um homem que, na sequência de uma...

Um livro que foge aos estereótipos para que haja sempre Natal

“O ratinho que encontrou um tesouro e outros contos de Natal” tem textos de Nuno Garcia Lopes, ilustrações de Daniela Homem e...

IPT promove sessão sobre o Programa Horizonte Europa direcionada a empresas da região

O Instituto Politécnico de Tomar (IPT), através do Gabinete de Apoio a Atividades de I&D, convidou, no dia 5 de dezembro, as...

Orçamento da Câmara de Tomar cresce para 51,6 milhões

A Câmara de Tomar aprovou na quarta-feira, 30 de novembro, um orçamento de 51,6 milhões de euros para 2023, “bastante acima...

Lar da Serra cria centro de fisioterapia para servir população

O Centro Social Paroquial Lar Nossa Senhora da Purificação, na Serra, está a divulgar o seu mais recente projeto, um centro de...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -