fbpx
16.9 C
Tomar

“I Jornadas Equestres da Juventude” ajudam a afirmar Golegã como Capital do Cavalo todo o ano

Relacionadas

Centro de Natureza da Póvoa inaugura este sábado

Este sábado, dia 2 de julho, inaugura pelas 11h00 nas instalações da antiga escola primária da Póvoa...

Voluntários das Paróquias de Tomar festejaram S. João com a comunidade

Um grupo de voluntários e amigos da Paróquia de Santa Maria promoveram, no passado domingo, dia 26...

Obras de conservação e restauro do Convento de Cristo inibem acesso ao monumento

As obras de conservação e restauro das fachadas e coberturas da Nave Manuelina e Charola irão inibir...
Elsa Ribeiro Gonçalves
Nasceu em Tomar em 1976. Licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social do IP Lisboa. É jornalista desde 2005, sempre na imprensa regional. Mãe de uma menina, a escrita e as viagens são as suas outras grandes paixões.

No sentido de se vir a afirmar cada vez mais como a Capital do Cavalo, não só durante a Feira, mas ao longo de todo o ano, a Golegã vai ser palco, de 12 a 16 de abril, das “I Jornadas Equestres da Juventude”. O evento foi apresentado publicamente e à comunicação social na tarde de segunda-feira, 11 de abril, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, onde estiveram presentes representantes de várias entidades e autarcas com responsabilidade no concelho, sendo que na sessão usou da palavra o Presidente da Câmara Municipal da Golegã, António Camilo, o Presidente da Federação Equestre, Bruno Rente, e o Vice-Presidente da Câmara Municipal da Golegã, Diogo Rosa que tem a seu cargo o Pelouro do Desporto.

O evento é uma organização conjunta da Câmara Municipal da Golegã e da Federação Equestre Portuguesa, ao qual a autarquia respondeu afirmativamente desde o primeiro momento. “Começar pelos jovens é extremamente importante. São o futuro e o garante da manutenção do cavalo, como o interesse central dos objetivos de ambos, quer na ação pedagógica, quer na ação de promoção em torno do turismo” salientou António Camilo, realçando que nesta primeira edição estão inscritos centenas de participantes.

De acordo com o autarca, “a Golegã deverá ser conhecida como a capital do cavalo, não só pela sua referência ao cavalo, mas também como uma produtora de momentos, ações e promoções em torno do vasto património arquitetónico e natural”. Neste sentido, António Camilo também aproveitou esta ocasião para realçar outros atrativos do concelho tais como a Casa Estúdio Carlos Relvas, o Museu Municipal Martins Correia, o Museu Municipal da Máquina de Escrever e as Bibliotecas José Saramago de Azinhaga e Golegã.

– Notícia desenvolvida na próxima edição semanal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Centro de Natureza da Póvoa inaugura este sábado

Este sábado, dia 2 de julho, inaugura pelas 11h00 nas instalações da antiga escola primária da Póvoa...

Voluntários das Paróquias de Tomar festejaram S. João com a comunidade

Um grupo de voluntários e amigos da Paróquia de Santa Maria promoveram, no passado domingo, dia 26 de junho, junto da igreja...

Obras de conservação e restauro do Convento de Cristo inibem acesso ao monumento

As obras de conservação e restauro das fachadas e coberturas da Nave Manuelina e Charola irão inibir o acesso ao Convento de...

“Gala Vinhos do Tejo 2022” distingue Rosé da “Herdade dos Templários” e dinamismo da “Encosta do Sobral”

Realizou-se na noite de sábado, 25 de junho, a “10.ª Gala Vinhos do Tejo 2022”, que juntou mais...

Igreja de S. João Baptista: conclusão das obras adiada para o final de 2022

Foi aprovada, por unanimidade, na reunião de câmara, na segunda feira, a prorrogação do prazo para a conclusão das obras de requalificação...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -