Jornal Cidade de Tomar

Centro de Conhecimento a construir em parceria com o IPT poderá avançar no segundo semestre de 2022

O vereador Tiago Carrão (PSD) questionou, na reunião de câmara, na segunda feira, sobre o Centro de Conhecimento a construir em parceria com o IPT, pretendendo saber o ponto de situação sobre o processo e dados cronológicos do desenvolvimento do mesmo.

Anabela Freitas, presidente da câmara, referiu que o projeto de execução já existe e foi aprovado em reunião de câmara, mas após essa aprovação, um dos elementos construtivos presentes era o revestimento das paredes em marmorite, sendo que foi o material utilizado no Centro Escolar da Linhaceira e que levou, também, ao seu atraso, pois só existem duas empresas nacionais a trabalhar a marmorite.

Nesse sentido, foi feito despacho da autarca para rever esse elemento construtivo, sendo que é muito caro e não vale a pena estar à espera havendo certamente outros materiais a ser utilizados. O projetista já entregou as alterações propostas, que se encontram no Departamento de Obras Municipais (DOM) para orçamentar de forma a retornar a reunião de câmara e ser aprovado o lançamento da empreitada.

Segundo a autarca, se vier a reunião de câmara para lançamento de empreitada ainda este ano, os valores obrigam a concurso público internacional, o que implica 60 a 90 dias para apresentação de propostas e caso existam propostas tem que haver adjudicação e depois o processo irá para visto do Tribunal de Contas, visto ser um montante que ascende a 750 mil euros. Se tudo correr bem prevê-se o arranque no segundo semestre de 2022.

Exit mobile version