Inicio ENTREVISTA João Martins: “Apesar da distância continuo a considerar-me um tomarense”

João Martins: “Apesar da distância continuo a considerar-me um tomarense”

0

João Martins é engenheiro florestal e representa a marca de gin Arbun, no Algarve

Cidade Tomar – Quem é o João Martins? Qual a sua ligação a Tomar?

João Martins – Sou engenheiro florestal e tenho 42 anos. Atualmente, e desde 2003, tenho desenvolvido a minha atividade profissional no Algarve, residindo em Silves. Quando tinha 10 anos a minha família mudou-se para a cidade de Tomar. Vivi aí durante toda a minha adolescência e início da idade adulta. A minha família reside nessa cidade até hoje. Apesar da distância continuo a considerar-me um tomarense.

– O que mais gosta em Tomar? Costuma vir a Tomar com frequência?

Tomar tem uma série de características que agradam a qualquer pessoa e eu não sou exceção. O seu enquadramento natural, com destaque para o rio Nabão e a Mata Nacional dos Sete Montes, a sua importância histórica recordada pelo seu incomparável conjunto monumental e a beleza e singularidade da sua zona antiga. Para mim, enquanto habitante da cidade, é ainda importante realçar o seu caráter familiar, que se materializa na proximidade das pessoas, no seu acolhimento e simpatia. A centralidade geográfica pela proximidade a Lisboa, Coimbra, Santarém e outros centros urbanos importantes, é também muito importante e foi muito facilitador ao longo da minha vida.

Uma entrevista para ler na íntegra na edição impressa de 8 de outubro.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Exit mobile version