O Volt vai concorrer às Autárquicas em Tomar

0

O mais recente partido português vai concorrer às Eleições Autárquicas no concelho de Tomar, com candidatos à câmara municipal e à assembleia municipal. O Volt vai ter candidaturas próprias nos municípios de Lisboa e do Porto, que já foram anunciadas aos membros do partido e à comunicação social e a candidatura em Tomar é a terceira a ser anunciada. Em vários outros municípios o Volt irá concorrer em coligações. 

O candidato à Câmara Municipal de Tomar é Misha (Mykhaylo) Shemliy, de 22 anos, aluno do Instituto Politécnico de Tomar, do curso Gestão de Empresas. O candidato à Assembleia Municipal de Tomar é Gonçalo Venâncio, de 28 anos, que trabalha como técnico de Procurement. 

O partido apresenta uma equipa jovem, que “quer mudar para melhor a face de Tomar, bem como abrir portas para verdadeiras oportunidades de trabalho neste concelho, valorizando o turismo, mas também facilitando o investimento noutras áreas, nomeadamente a indústria não poluente. Queremos que os jovens não tenham de sair do concelho para encontrar um trabalho. Tomar deve ser uma terra de oportunidades. E pode sê-lo, porque tem todas as potencialidades para ser uma terra de futuro. Esta candidatura vai lutar por um concelho que ouve os seus cidadãos, por um concelho mais amigo do ambiente, por um concelho que cuida do espaço público, por um concelho com projectos transparentes. Vamos colocar os tomarenses no centro das nossas atenções, desde os mais jovens que muitas vezes se veem obrigados a sair da sua terra, até aos mais velhos, tantas vezes esquecidos pelas autoridades locais e nacionais. Vamos criar condições para uma maior solidariedade intergeracional e fazer da nossa terra uma terra de cidadãos participativos nas questões que os preocupam. Connosco os tomarenses vão fazer parte da solução”.

O Volt já tem um eurodeputado no Parlamento Europeu, Damian Boeselager, eleito pelo Volt Alemanha nas eleições de maio de 2019, tem três deputados no parlamento dos Países Baixos e vários eleitos locais em três Estados europeus. O Volt Portugal tem participado em todas as Assembleias Gerais europeias desde a sua fundação, em Amesterdão, Roma e Sófia. Entretanto, Lisboa é candidata a receber a próxima Assembleia Geral, que poderá realizar-se ainda este ano.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Exit mobile version