fbpx
25.8 C
Tomar

Nuno Godinho: “O Chega é o partido que dá voz às maiorias que não se manifestam”

Relacionadas

Direção-Geral da Saúde reconhece ser inevitável a presença de público no Rali de Portugal

A edição de 2021 do Rali de Portugal vai poder realizar-se com a presença de público. A...

Creactivity Bus em Tomar de 10 a 14 de maio

O Creactivity Bus é uma iniciativa da Educaixa (parceria do BPI e Fundação "la Caixa") e vai...

Lurdes Ferromau Fernandes: “Sinto necessidade de dar o meu contributo para mudar o paradigma do que se quer para Tomar”

Esta semana, o Jornal e Rádio "Cidade de Tomar" falaram com a candidata do PSD à Câmara...

Reativada a recolha de papel e cartão no concelho

Já foi reativada a recolha de papel e cartão em todos os restaurantes, hotelaria e comércio do...

Foi apresentado, há cerca de duas semanas, pela Distrital de Santarém, como o candidato do Chega à Câmara de Tomar, Distrital que o define como “um homem de trabalho de rigor e de ética, um verdadeiro homem Chega”. O “Cidade de Tomar” inicia esta semana as entrevistas aos candidatos à câmara e assembleia municipal, para dar a conhecer os projetos de cada um para o concelho.

Cidade Tomar – Muitas pessoas conhecem o Nuno Godinho da Casa do Concelho de Tomar em Lisboa?

Nuno Godinho – Sim, é uma Casa que estimo muito e que conheço desde pequeno, por isso tenho muito orgulho em ter sido presidente e atualmente continuo ligado através do Conselho Regional da mesma. O meu sonho sempre foi viver em Tomar e não vir só aos fins de semana e férias como acontecia em mais novo.  Também estou ligado à Associação da Fonte de D. João há mais de vinte anos, atualmente sou o vice presidente e esta associação é uma das minhas paixões.

– E o seu percurso político, quando é que tem início?

Fui candidato, pelo PSD, à Junta de Freguesia/Serra há quatro anos, partido onde estive como militante durante vinte anos. Quero deixar claro que muitos gostam de atacar as pessoas que mudam de partido, mas o meu currículo está disponível a todos, pois não tenho vergonha do meu passado. Antes de ser candidato à junta, eu e muitas outras pessoas de diversos partidos, integramos a lista à assembleia municipal pelos Independentes por Tomar, isto numa altura da junção das freguesias, junção que para mim foi um processo mal conduzido em Tomar e, na data, manifestei a minha opinião sobre o mesmo. Eu não preciso da política para pagar as minhas despesas. Faço política porque gosto e quero ajudar a mudar alguma coisa. Claro que, como em tudo na vida, há oportunidades que surgem, mas não ando à procura de nada.

– Como é que passa do PSD para o Chega?

Quando deixei o PSD há cerca de dois anos, a minha intenção era filiar-me no Chega. Na data surgiu também o Aliança, fundado por Santana Lopes, e um dia recebi um telefonema de alguém do Aliança propondo-me um desafio, desafio que aceitei. Mas a minha passagem por este partido foi curta, não chegou a um ano. O projeto era fantástico, mas surgiram muitas dificuldades e não correu conforme as expetativas. Ainda consegui mudar alguma coisa e deixar expressa a minha opinião sobre alguns assuntos.

Uma notícia para ler na íntegra na edição impressa de 16 de abril, amanhã nas bancas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Direção-Geral da Saúde reconhece ser inevitável a presença de público no Rali de Portugal

A edição de 2021 do Rali de Portugal vai poder realizar-se com a presença de público. A...

Creactivity Bus em Tomar de 10 a 14 de maio

O Creactivity Bus é uma iniciativa da Educaixa (parceria do BPI e Fundação "la Caixa") e vai...

Tuna Templária apresenta “20 anos de história” em mostra fotográfica na Casa Vieira Guimarães

A Casa Vieira Guimarães, à entrada da Corredoura, em Tomar está a receber uma...

Lurdes Ferromau Fernandes: “Sinto necessidade de dar o meu contributo para mudar o paradigma do que se quer para Tomar”

Esta semana, o Jornal e Rádio "Cidade de Tomar" falaram com a candidata do PSD à Câmara Municipal de Tomar, Lurdes Ferromau...

Reativada a recolha de papel e cartão no concelho

Já foi reativada a recolha de papel e cartão em todos os restaurantes, hotelaria e comércio do concelho, por parte da RSTJ.

Ténis Clube de Tomar concluiu as competições na fase regional de Interclubes

O Ténis Clube de Tomar realizou, no passado fim de semana, três encontros com as suas equipas de Interclubes. Na sexta feira,...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -