fbpx
15.2 C
Tomar

ARSLVT com mais 1.249 profissionais nos centros de saúde

Relacionadas

Tomar Game Festival traz o mundo dos videojogos a Tomar

O Complexo Cultural da Levada vai ser palco, entre 27 e 29 de janeiro, do Tomar Game...

TomarIniciativas anuncia programa do Carnaval 2023

A TomarIniciativas já divulgou o programa do Carnaval 2023 em Tomar, evento que decorre entre 17 e...

Câmara perde vários recursos no processo judicial que envolve o edifício do antigo SMAS

Questionada pelo vereador Tiago Carrão (PSD), na reunião de câmara, na segunda feira, sobre a possibilidade de...

Torres Novas: dois detidos por caça em área de proteção

O Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo da Proteção Ambiental (NPA) de Torres Novas, deteve, no...

Nova Nut2 da Lezíria do Tejo, Médio Tejo e Oeste aprovada em Bruxelas

A Comissão Europeia aprovou a constituição de uma nova NUT2 que vai unir Médio Tejo, Lezíria do Tejo...

No final de fevereiro de 2020, os Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) contavam com o contributo de 8.735 profissionais de saúde, o número mais elevado da década. Desde 2014, altura em que a redução de recursos humanos atingiu os níveis mais baixos da década (7.486 efetivos), a ARSLVT conseguiu cativar mais 1.249 profissionais, o que se traduz num aumento de mais de 16,5%.

Para Luís Pisco, presidente da ARSLVT, “atrair mais de 1.200 profissionais do que tínhamos em 2014 não é comum para a esmagadora maioria dos empregadores e por isso estamos orgulhosos”. Segundo o dirigente, “a atual realidade em matéria de recursos humanos é ilustrativa da aposta da Região na formação e contratação de profissionais – procurando adequar a resposta das unidades de saúde à exigência das necessidades dos utentes”. Segundo o mesmo responsável, “a ARSLVT está empenhada em criar boas condições de trabalho – nomeadamente ao nível de instalações funcionais – para que as novas gerações de profissionais se sintam estimadas e motivadas”.

Tendo em conta os dados apurados no final de fevereiro deste ano, o saldo entre contratações, saídas e aposentações nos últimos 5 anos é muito positivo: o número total de profissionais é de 8.735, dos quais 2.108 são médicos, 2.678 são enfermeiros, 1.942 são assistentes técnicos (secretários clínicos) e 2.007 são efetivos dos restantes grupos profissionais (Técnicos Superiores de Saúde, Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica, etc…). Isso significa que a ARSLVT tem hoje mais 1.249 profissionais nos ACES do que no final de 2014 (7.486), o que se traduz num aumento de 16,6%.

Se compararmos os recursos humanos existentes em 2014 com a previsão para o primeiro trimestre de 2020 – altura em que se prevê a conclusão de alguns concursos – estima-se que o número de efetivos nos cuidados de saúde primários de Lisboa e Vale do Tejo possa totalizar os 8.801 profissionais, ou seja, mais 1.315 pessoas face a 2014 (+ 17,5%).

Os 8.735 profissionais dos cuidados de saúde primários integram-se no total de 9.367 efetivos da ARSLVT que prestam apoio às diversas áreas de cuidados de saúde da região, incluindo as equipas operacionais de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Tomar Game Festival traz o mundo dos videojogos a Tomar

O Complexo Cultural da Levada vai ser palco, entre 27 e 29 de janeiro, do Tomar Game...

TomarIniciativas anuncia programa do Carnaval 2023

A TomarIniciativas já divulgou o programa do Carnaval 2023 em Tomar, evento que decorre entre 17 e...

Câmara perde vários recursos no processo judicial que envolve o edifício do antigo SMAS

Questionada pelo vereador Tiago Carrão (PSD), na reunião de câmara, na segunda feira, sobre a possibilidade de desistir do processo judicial que...

Torres Novas: dois detidos por caça em área de proteção

O Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo da Proteção Ambiental (NPA) de Torres Novas, deteve, no dia 22 de janeiro, dois...

Nova Nut2 da Lezíria do Tejo, Médio Tejo e Oeste aprovada em Bruxelas

A Comissão Europeia aprovou a constituição de uma nova NUT2 que vai unir Médio Tejo, Lezíria do Tejo e Oeste.

Encontro Nacional LEADER 2023 com lançamento do Plano Nacional da Alimentação equilibrada e sustentável

Teve lugar, entre 10 e 12 de janeiro, em Arouca, o Encontro Nacional LEADER 2023. A iniciativa foi...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -