RSS Facebook  Twitter 
Pesquisar   

 

Gabriela Marramaque: “a música é a minha vida”
Redação | 2017-06-16 16:39:57
Gabriela Marramaque
  • Gabriela Marramaque, 22 anos, participou nos programas televisivos “The Voice” e nos “Ídolos”, embora o “The Voice” fosse o mais importante para o seu reconhecimento e percurso.
RCT – Com que idade descobriste o gosto pela música? Eras muito nova? Gabriela Marramaque (GM) – Não era assim tão nova, foi no 6.º ano da escola, portanto com
/11 anos, quando, numa aula de música o professor João Mourato me pediu para cantar uma canção, correu muito bem e eu fique espantada comigo própria, porque ignorava que sabia cantar. Desde aí nunca mais me calei, cantava no chuveiro, lá em casa… RCT – E como é que surgiu a participação no “The Voice”? GM – Foram os meus pais que me impulsionaram a participar. Já tinha tentado no programa “Ídolos”, mas não gostei da experiência. Decidi ir ao “The Voice” e foi correndo bem, fui ficando e foi uma experiência muito boa. Sei que se precisar de ajuda, posso contar com os mentores, nem que seja para partilharem o meu trabalho. RCT – Pensas participar em mais concursos? GM – Agora estou numa fase em que todos os meus passos são pensados. De momento estou a escrever música e a trabalhar no lançamento do meu primeiro single, tudo feito por mim. Participar num concurso agora só se for para mostrar o meu trabalho. Ainda não toco os meus originais ao vivo, mas também não toco músicas de que não gosto. Também não me identifico tanto a cantar em português, porque não é bem o meu género, exprimo-me mais facilmente na língua inglesa. RCT – Gostas mais de cantar em inglês? GM – Vivemos num mundo global e a internet dá-nos a oportunidade de chegar a certos públicos e dos nossos fãs nos financiarem. Por exemplo, no Youtube, a minha audiência são sobretudo norte americanos, ingleses e canadianos, também alguns portugueses. - Entevista completa na edição que já está nas bancas














Comentários