RSS Facebook  Twitter 
Pesquisar   

 

A TAGUS tem candidaturas abertas para apoiar investimentos agrícolas no Ribatejo Interior
ÚLTIMA HORA
Redação | 2016-08-31 14:30:08
Foto ilustrativa
  • Até 15 de Setembro, a TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior recebe candidaturas a apoio de projectos para Abrantes, Constância e Sardoal, que se insiram nas operações “Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola” e “Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas”.
Este primeiro período de recepção de candidaturas da TAGUS tem uma dotação orçamental de 572 mil euros, divididos pelas operações
.2.1.1 “Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola” e
.2.1.2 “Pequenos Investimentos na Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas”, no âmbito do Desenvolvimento Local de Base Comunitária Rural (DLBC Rural), do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR2020) e através do Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER), Para os “Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola”, a TAGUS tem, neste anúncio, 245 mil euros para projectos até aos 40 mil euros, que promovam a melhoria das condições de vida, de trabalho e de produção dos agricultores ou que contribuam para o processo de modernização e de capacitação das empresas do sector agrícola. O apoio a fundo perdido nesta acção será de 50 por cento das despesas elegíveis. Já os “Pequenos Investimentos na Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas” devem contribuir para o processo de modernização e capacitação de empresas desta área. Esta medida tem uma dotação de cerca de 328 mil euros, no concurso deste ano. Os pedidos podem ir aos 200 mil euros e obterem um financiamento a fundo perdido de 45 por cento das despesas elegíveis. O Grupo de Acção do Ribatejo Interior tem definida a prioridade para candidaturas de projectos relacionados com os sectores do olival, dos produtos biológicos, dos frutos vermelhos e dos produtos hortofrutícolas. Na transformação e comercialização são ainda priorizados investimentos na valorização ambiental e eficiência energética, projectos com modelos de comercialização online e pedidos que introduzam novos equipamentos, produtos ou processos.














Comentários