RSS Facebook  Twitter 
Pesquisar   

 

Cidadãos com mobilidade reduzida sem acesso aos Paços do Concelho (c/vídeo)
Elsa Ribeiro Gonçalves/ edição vídeo Luís Ribeiro | 2016-03-24 13:01:10
Não existem rampas de acesso aos Paços do Concelho
  • Direcção Geral do Património Cultural não permite colocação de rampas na frente do edifício, por se tratar de edifício histórico pelo que o acesso ao Balcão Único poderá vir a fazer-se, exclusivamente, pelas traseiras do edifício.
Laura Nunes completou 32 anos na terça-feira, 22 de março e, apesar de lutar por uma vida autónoma e independente reconhece que tem um longa batalha pela frente. Por exemplo, se quisesse ir pagar uma fatura e água ao Balcão Único da Câmara Municipal de Tomar, assistir a uma reunião de executivo camarário ou até reunir com a presidente da autarquia teria que pedir ajuda a terceiros pois a cadeira de rodas em que se desloca encontra obstáculos logo na escadaria.

A Câmara de Tomar diz que está atenta ao problema e recebeu, na passada semana, a visita do sub-director da Direcção Geral do Património Cultural para estudarem a implementação de uma solução que pode passar pela mudança do acesso ao Balcão único para as traseiras do edifício.

Apesar de não ser uma situação, de todo recente - os vários executivos camarários nunca a resolveram - a situação gerou uma onda de indignação nas redes sociais quando, na passada semana, o cidadão Nuno Madureira Miguel fotografou o modo como uma idosa com dificuldades de locomoção enfrentou os vários degraus em frente ao edifício dos paços do concelho.

- Reportagem completa na edição que foi esta quinta-feira para as bancas














Comentários