RSS Facebook  Twitter 
Pesquisar   

 


Jornal Cidade de Tomar


Estatuto Editorial

O Jornal Cidade de Tomar tem como objetivo principal promover, divulgar os valores caraterísticos da cultura local e regional, assim como valorizar as obras e os homens de Tomar, seu concelho e área geográfica onde se insere.

a) São ainda seus objetivos:
1- INFORMAR, garantindo a todos os cidadãos o direito à informação através da independência e pluralismo, e, de modo a defender os valores, as causas e os interesses do concelho onde se insere;
2 – FORMAR, no sentido de contribuir para a elevação do nível cultural dos seus leitores em que a história, as riquezas naturais, a tradição e todo um património cultural de séculos;
3 – DISTRAIR, sendo ao mesmo tempo lúdico e de recriação, tendo em, conta a diversidade do público, idades, interesses, ocupações e espaços.
b) São seus princípios:
1 – Assegurar a independência, o rigor e a objetividade da informação e face aos poderes públicos;
2 – O Jornal define-se, autónomo e independente sem finalidades políticas partidárias e acima dos interesses económicos;
3 – O Jornal Cidade de Tomar compromete- se a assegurar o respeito pelo rigor e pluralismo informativo, pelos princípios da ética, deontologia e boa fé;
c) São seus fins:
1 – Alargar a sua implantação a interesses, problemas e modos de expressão de índole local e regional;
2 – Preservar e divulgar os valores caraterísticos das culturas de Tomar e dos seus arredores;
3 – Difundir informações com particular interesse para o âmbito geográfico da sua incidência;
4 – Incentivar as relações de solidariedade, convívio e boa vizinhança entre, os destinatários localizados na sua área de implantação.

O Diretor
António Lopes Madureira


PUB
Edição Impressa
Edição nº 4316 - 23 de fevereiro de 2018



Abordado o ponto sobre o projeto de requalificação da Várzea Grande - discussão pública do estudo prévio, na reunião de câmara, na segunda feira, o vereador José Delgado (PSD) considerou que é ?uma pena? não estar incluído um parque de estacionamento subterrâneo neste espaço. ?É uma oportunidade perdida e que mais tarde se alguém quiser fazer esta obra vai ter que destruir o que agora vai ser feito?, lamentou.
Casa do Concelho de Tomar em Lisboa uniu-se ao Município de Tomar para comemorarem, de forma conjunta, os seus 75 anos e também o Dia de Tomar, assinalado a 1 de março. Desta união resultou um vasto programa cultural (e não só) a ter iní- cio já este sábado, dia 24 de fevereiro, e que se prolonga até dia 4 de março, domingo.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS