fbpx
27.8 C
Tomar

BE quer mais médicos de família no Ribatejo e reforço da saúde mental

Relacionadas

Expoégua: o momento em que a Golegã, a Capital do Cavalo enaltece a égua

Exposição de éguas e poldros, Romaria, Prova de Vinhos do Tejo, entre outras...

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023, equipa que irá acompanhar o...

Regimento de Infantaria N.º 15 assinalou 216.º aniversário com exposição sobre “Os Novos Templários ao Serviço da Paz”

O Regimento de Infantaria N.º 15 (RI15), em Tomar, assinalou, no passado dia 19 de maio, o 216.º aniversário,...

Ramal de Tomar: início dos trabalhos de proteção anticorrosiva na Ponte da Bezelga

A Infraestruturas de Portugal deu início aos trabalhos de tratamento anticorrosivo na Ponte da Bezelga, localizada ao...

Leões de Tomar começaram o ‘play-off’ do campeonato com pesada derrota no Porto

Quatro dias depois da eliminação da Liga Europeia (nas meias finais, diante do Valongo, no desempate por...

Fabíola Cardoso, candidata à Assembleia da República do Bloco de Esquerda pelo círculo eleitoral de Santarém, reuniu com o Conselho de Administração do Hospital Distrital de Santarém, no passado dia 20 de janeiro. A bloquista fez-se acompanhar por Bruno Vieira, eleito do BE na Assembleia Municipal de Cartaxo, e Teresa Nascimento, eleita do BE na União de Freguesias da cidade de Santarém.

No final da reunião, Fabíola Cardoso mostrou-se satisfeita pela oportunidade de debater o estado do SNS no distrito e garantiu que “só o Bloco de Esquerda tem capacidade e vontade suficientes para defender serviços de Saúde de qualidade para todos”.

Fabíola Cardoso classificou como “urgente a necessidade de aprovar e implementar as políticas que há muito o Bloco vem defendendo e apresentando”. No entanto, continuou Fabíola, “o governo do PS mantém os lucros dos operadores privados da Saúde, que parasitam o SNS e desviam uma verba significativa do serviço público”.

Para a bloquista é importante “garantir um médico de família para todas as pessoas, eliminar as taxas moderadoras, contratar profissionais onde as listas de espera são longas, assegurar carreiras dignas para os profissionais de saúde, aumentar o número de vagas para formação em Medicina Geral e Familiar e reforçar a autonomia da gestão hospitalar”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Expoégua: o momento em que a Golegã, a Capital do Cavalo enaltece a égua

Exposição de éguas e poldros, Romaria, Prova de Vinhos do Tejo, entre outras...

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023, equipa que irá acompanhar o...

Regimento de Infantaria N.º 15 assinalou 216.º aniversário com exposição sobre “Os Novos Templários ao Serviço da Paz”

O Regimento de Infantaria N.º 15 (RI15), em Tomar, assinalou, no passado dia 19 de maio, o 216.º aniversário, relembrando a data da sua criação...

Ramal de Tomar: início dos trabalhos de proteção anticorrosiva na Ponte da Bezelga

A Infraestruturas de Portugal deu início aos trabalhos de tratamento anticorrosivo na Ponte da Bezelga, localizada ao quilómetro 5,298 do Ramal de...

Leões de Tomar começaram o ‘play-off’ do campeonato com pesada derrota no Porto

Quatro dias depois da eliminação da Liga Europeia (nas meias finais, diante do Valongo, no desempate por grandes penalidades: 7-5 no total),...

U. Tomar foi avassalador diante do Cartaxo: com cabeça limpa… e pontaria afinada!

Uma goleada para a história! A equipa principal do U. Tomar goleou o Cartaxo por expressivo 10-0, no passado domingo, na antepenúltima...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -