Jornal Cidade de Tomar

Barquinha Parque interdito ao público devido a foco de gripe aviária

O Município de Vila Nova da Barquinha recebeu da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), após análises efetuadas pelo INIAV – laboratório nacional de referência para as doenças dos animais – a confirmação da existência de um foco de gripe aviária do subtipo H5N1 de alta patogenicidade (GAAP) em patos mudos encontrados mortos no parque ribeirinho de Vila Nova da Barquinha.

Este é mais um foco desta doença que confirma um elevado risco de disseminação da gripe aviária de alta patogenicidade no país.

Reiteramos que neste momento as medidas fundamentais a aplicar pelos criadores de aves são o confinamento das aves e o reforço da biossegurança e das boas práticas de produção avícola, destinadas a evitar contactos diretos ou indiretos entre as aves domésticas e as aves selvagens, assim como os procedimentos de higiene de instalações, equipamentos e materiais, e o controlo dos acessos aos estabelecimentos onde são mantidas as aves. Acresce a vigilância e notificação de suspeitas para permitir uma rápida e eficaz implementação das medidas de controlo que minimizem a disseminação da doença.

Neste sentido, a autarquia interditou o parque ribeirinho ao público, solicitando aos munícipes que não alimentem os animais na zona do parque evitando assim a aproximação dos mesmos, que não circulem no perímetro sinalizado a fim de não ser um agente de propagação do vírus em capoeiras ou cativeiros onde coabitem espécies que sejam afetadas por esta gripe.

Exit mobile version