Inicio ENTREVISTA Joana Feliciano: “Todos os projetos nascem da missão seja de um ou...

Joana Feliciano: “Todos os projetos nascem da missão seja de um ou mais sonhadores”

0

No passado dia 27 de novembro, a Associação Solo Adventures, promoveu, em Tomar, um jantar da gratidão, um jantar solidário de networking no qual a gratidão foi servida à mesa! O “Cidade de Tomar” falou com Joana Feliciano sobre esta associação e os seus objetivos.

Cidade Tomar – Como surgiu a Solo Adventures?

Joana Feliciano – Tudo começa e acaba nas pessoas. A história de vida da Solo Adventures conta-se através de pessoas. Todos os projetos nascem da missão seja de um ou mais sonhadores, por isso este não é diferente. A 10 de junho de 2018 abrimos as portas enquanto movimento de empreendedorismo social para empoderar o indivíduo e a mudança social positiva. Na Solo Adventures, desde o seu início, as viagens são as pessoas e acreditamos que a mudança não se faz sozinha por isso queremos ajudar. Fomos crescendo e percebemos que não estávamos sozinhos no nosso de sonho – o de criar uma comunidade de Sonhadores Praticantes onde reine a colaboração, a inspiração mútua e o foco no desenvolvimento humano e no seu bem estar. No dia 25 de outubro de 2019 evoluímos para uma associação sem fins lucrativos. Hoje, o nosso propósito é ajudar-te a encontrares o teu. Somos uma comunidade de Sonhadores Praticantes. Pretendemos inspirar e empoderar pessoas que procuram o seu propósito, fomentando uma maior consciência individual, social e cívica. Através de uma metodologia de três pilares (autoconhecimento, autorrealização e ligações interpessoais), focamo-nos no desenvolvimento humano, na saúde mental e no bem estar emocional. Pretendemos empoderar cada vez mais pessoas para que atinjam maiores níveis de bem estar e de autorrealização, a fim de contribuir para sociedades mais felizes e interligadas.

– Quem constitui esta associação?

– A associação foi fundada em 2019 por mim, Joana Feliciano, e pelo João Madeira e a nós juntaram-se vários amigos sonhadores que acreditaram desde o início no potencial da missão e visão social que trazíamos e à qual contribuíram para fazer crescer. Somos nove membros dos órgãos sociais fundadores, dos quais sete têm raízes no concelho de Tomar e os restantes vêm de outras partes do país como Faro e Guarda. Em 2020 abrimos pela primeira vez candidaturas para crescer a equipa de voluntariado, sendo que atualmente somos cerca de 30 pessoas de várias partes do país e fora dele (emigrantes/imigrantes de língua portuguesa) que estão por exemplo em: Lisboa, Amadora, Oeiras, Torres Vedras, Coimbra, Aveiro, Porto, Paços de Ferreira, Suíça e claro, Tomar. Neste momento somos uma equipa constituída a 100% por voluntariado, mantemos sempre um ambiente inclusivo, repleto de diversidade, motivação, empatia e sentido de missão. Estamos com vagas de voluntariado online e/ou presencial em aberto até dia 9 de janeiro de 2022, e em poucas horas da pré-abertura recebemos mais de 40 candidaturas! Estamos muito felizes com a procura e crescimento. (…)

Uma entrevista para ler na íntegra na edição impressa de 31 de dezembro.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Exit mobile version