fbpx
16.3 C
Tomar

Leões tomaram a dianteira em Barcelos, permitiram a reviravolta… e já não conseguiram recuperar!

Relacionadas

Concurso “Dá-me uma tampa!” recolhe 1067 garrafões de tampinhas

A turma A do 11.º ano da ESSMO dinamizou um projeto ao longo do ano letivo que...

13.ª Descida do Nabão em Jangadas Improvisadas é este domingo

A 13.ª Descida do Nabão em Jangadas Improvisadas é este domingo, dia 26 de junho, numa organização...

Marco Marques continua no comando da equipa principal do U. Tomar

Marco Marques vai manter-se como treinador principal da equipa sénior de futebol do U. Tomar!

José Pedro e João Tarana: “Nós queremos é que os sócios, simpatizantes, conhecidos e desconhecidos venham à Gualdim Pais”

No próximo dia 9 de julho, sábado, pelas 22h00, na Praça de Touros, vai ter lugar um...

Município de Tomar recebe distinção “Turismo Militar Português 2021”

O Município de Tomar, a par de outros municípios nacionais, foi distinguido no passado dia 18 de...

A meio da semana (quarta feira), devido à participação em mais uma jornada da Liga Europeia (vitória, em casa, frente ao La Vendéenne por 2-0), a equipa principal do Sp. Tomar/IPT viajou até Barcelos… para mais um teste complicado (a contar para a jornada 13) diante de um dos candidatos ao título nacional.

Mas, apesar do resultado negativo (3-2), os leões de Tomar voltaram a mostrar ambição e competência, como já tinha sido evidente em confrontos com outros fortes adversários.

E a exibição consistente, nomeadamente na primeira parte, foi a prova do valor da equipa tomarense. Filipe Almeida abriu o marcador à entrada do minuto 13: perda de bola de Darío Giménez e o numero 18 leonino (com o capitão Ivo Silva ao lado…) atirou certeiro (da zona frontal) ao ângulo superior esquerdo da baliza de Constantino ‘Conti’ Acevedo.

Os leões aguentaram a vantagem mínima até cerca de cinco minutos do intervalo: num contra-ataque, Danilo Rampulla desmarcou João ‘Joca’ Guimarães, que, isolado, bateu Francisco Veludo.

Foi, no entanto, Álvaro Morais que, já na segunda parte, acabou por desequilibrar a contenda a favor da equipa minhota: servido por Giménez, no minuto 33, Alvarinho rematou rasteiro da zona frontal… e consumou a reviravolta no marcador (2-1); volvidos menos de dois minutos, com a equipa tomarense reduzida a três jogadores de campo – ainda no minuto 33, o cartão azul a Tomás Moreira deu origem a um livre direto… desperdiçado por Giménez -, o irrequieto número 74 surgiu sozinho na esquerda, levantou a bola… e bateu Veludo.

A equipa de Nuno Lopes não deu o jogo como perdido… e, entre as várias oportunidades criadas, conseguiu reduzir para a diferença mínima a 4.45 minutos do final: também num contra-ataque, Guilherme Silva entregou a bola a Caio, que, com um remate pronto da esquerda, surpreendeu o internacional argentino ‘Conti’ Acevedo.

O esforço final dos leões de Tomar acabou por não ser recompensado – nem a derradeira tentativa, com cinco jogadores de pista, redundou na tão procurada igualdade no marcador.

Giménez, já no penúltimo minuto, na cobrança de um livre direto (décima falta do Sp. Tomar/IPT), levantou a bola e atirou à trave… e, na insistência, ainda permitiu a defesa a Veludo.

Após 12 jornadas – o encontro em Valongo, em atraso da oitava jornada, está agendado para 23 de dezembro, quinta feira -, a equipa tomarense segue na sexta posição, com 21 pontos.

Outros resultados: jornada 10 – Benfica-Sp. Marinhense, 3-1; jornada 13 – Paço de Arcos-Valongo, 5-4.

Cancelada a segunda edição da Taça 1947

A Taça 1947, cuja segunda edição estava prevista para o período de 2 a 9 de janeiro de 2022, em Paredes, não vai ser realizada.

Os clubes já foram informados pela Federação de Patinagem de Portugal (FPP) que esta competição, disputada pelos oito primeiros classificados no final da primeira volta da fase regular do campeonato e que se estreou em dezembro de 2020, não poderá realizar-se devido às medidas de combate à pandemia impostas pelo Governo e que estarão em vigor até dia 9 de janeiro.

A FPP alega falta de datas mais à frente no calendário para encaixar a prova, tendo, por isso, decidido o seu cancelamento.

Disputada no Luso, a primeira edição da Taça 1947 foi vencida pelo Benfica, que bateu o eterno rival Sporting por 3-2 nas grandes penalidades, após um empate, a três golos, no final do tempo regulamentar e do prolongamento.

FC Porto, Ó. Barcelos, Oliveirense, Sporting, Benfica, Sp. Tomar/IPT, Valongo e H. Braga ocupam os oito primeiros lugares da tabela classificativa no final da primeira volta (há três jogos em atraso, que, no entanto, não vão alterar o referido lote de equipas).

Foto: OC Barcelos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Concurso “Dá-me uma tampa!” recolhe 1067 garrafões de tampinhas

A turma A do 11.º ano da ESSMO dinamizou um projeto ao longo do ano letivo que...

13.ª Descida do Nabão em Jangadas Improvisadas é este domingo

A 13.ª Descida do Nabão em Jangadas Improvisadas é este domingo, dia 26 de junho, numa organização...

Marco Marques continua no comando da equipa principal do U. Tomar

Marco Marques vai manter-se como treinador principal da equipa sénior de futebol do U. Tomar! Confirmada a continuidade do...

José Pedro e João Tarana: “Nós queremos é que os sócios, simpatizantes, conhecidos e desconhecidos venham à Gualdim Pais”

No próximo dia 9 de julho, sábado, pelas 22h00, na Praça de Touros, vai ter lugar um espetáculo de Herman José com...

Município de Tomar recebe distinção “Turismo Militar Português 2021”

O Município de Tomar, a par de outros municípios nacionais, foi distinguido no passado dia 18 de junho, em Porto de Mós,...

CaminHaTA para os tomarenses

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de mil milhões de pessoas sofrem de Hipertensão Arterial (HTA), que é um dos...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -