fbpx
12.3 C
Tomar

Sabacheira sem médico na freguesia

Relacionadas

Casais que fizerem compras no Mercado Municipal habilitam-se a jantares para o Dia dos namorados

O Município de Tomar encontra-se a promover uma campanha, no âmbito do seu...

Candidatos do PS visitam Complexo Cultural da Levada

Os candidatos do PS pelo círculo de Santarém às Legislativas de 30 de janeiro estiveram, no passado...

Posto de Turismo encerrado devido a casos de Covid-19

O posto municipal de Turismo, na Avenida Cândido Madureira, vai estar encerrado até ao dia 21 de...

Regresso do campeonato nacional: encontro de leões resultou… numa goleada!

Quase um mês depois do último jogo (triunfo por expressivo 0-23, na ilha de São Miguel, Açores,...

CDU em campanha por Tomar

A CDU decidiu que ao longo da pré-campanha devia estabelecer contactos com várias entidades do distrito de...

Desde fins de novembro que a freguesia de Sabacheira não tem médico na sua extensão de saúde, uma vez que a médica Maria João Pinheiro, já aposentada, não foi autorizada pelo Ministério da Saúde a continuar a trabalhar depois dos 70 anos, apesar do seu pedido nesse sentido.

Utentes e autarcas foram apanhados de surpresa, tendo o presidente da junta entrado em contacto com o ACES Médio Tejo e questionado sobre o porquê de não ter sido aceite a pretensão da médica, dado que a mesma queria ficar a trabalhar na freguesia.

Sobre este assunto, a CDU de Tomar divulgou um comunicado referindo que “A população da Freguesia de Sabacheira acaba de saber que a sua extensão de saúde, que presta cuidados de saúde a cerca de 1 000 utentes, deixou de dispor de médico. Trata-se de uma situação inaceitável e que deve ser resolvida, de imediato, pelas estruturas de saúde do Ministério da Saúde. Esta circunstância, que já se verifica noutras Extensões de Saúde e em outras freguesias do concelho, pode vir a agravar-se, a curto prazo, caso não sejam tomadas as devidas medidas pelos responsáveis de saúde do Agrupamento de Centros de Saúde do Médio Tejo (ACES do Médio Tejo). A CDU considera que cabe à Autarquia intervir, de imediato, junto das entidades responsáveis de saúde, exigindo que as Extensões de Saúde de todas as freguesias do concelho disponham dos meios humanos necessários para que possam cumprir os objetivos que lhe estão atribuídos, de garantir a prestação de cuidados de saúde primários às suas populações. Para a CDU o tempo não é de promessas redondas, mas de medidas concretas que permitam a admissão não só de médicos como de outros profissionais de saúde para o Serviço Nacional de Saúde (SNS), que valorizem os trabalhadores de saúde (por via das suas carreiras e remunerações), que combatam a precariedade e que incrementem um regime de dedicação exclusiva”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Casais que fizerem compras no Mercado Municipal habilitam-se a jantares para o Dia dos namorados

O Município de Tomar encontra-se a promover uma campanha, no âmbito do seu...

Candidatos do PS visitam Complexo Cultural da Levada

Os candidatos do PS pelo círculo de Santarém às Legislativas de 30 de janeiro estiveram, no passado...

Posto de Turismo encerrado devido a casos de Covid-19

O posto municipal de Turismo, na Avenida Cândido Madureira, vai estar encerrado até ao dia 21 de janeiro, inclusive.

Regresso do campeonato nacional: encontro de leões resultou… numa goleada!

Quase um mês depois do último jogo (triunfo por expressivo 0-23, na ilha de São Miguel, Açores, frente ao Caldeiras, para os...

CDU em campanha por Tomar

A CDU decidiu que ao longo da pré-campanha devia estabelecer contactos com várias entidades do distrito de Santarém, e em Tomar considerou-se...

Catarina Martins em Torres Novas no comício do Bloco

Catarina Martins, coordenadora nacional do Bloco de Esquerda, vai estar em Torres Novas, na próxima quarta-feira, dia 19 de janeiro, para participar...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -