fbpx
32.3 C
Tomar

Salvador Franco: o menino que gosta de escrever e de ajudar os outros

Relacionadas

Cem Soldos: Todos os caminhos vão dar aos Bons Sons

Lena d’Água, Rui Reininho, Aldina Duarte, B Fachada são alguns dos nomes que este ano participam no...

Hóquei em patins: Sistema de Revisão de Vídeo (SRV) é novidade na Elite Cup, de 2 a 4 de setembro, em Tomar

O sorteio da sexta edição da Elite Cup foi realizado hoje, quarta feira, ao início da tarde....

Programa “Olhá Festa” emite em directo “Viver Ferreira do Zêzere”

"Olhá Festa", que percorre o país durante o mês de agosto, será transmitido...

Fado de Coimbra na Sertã a 13 de agosto

No próximo sábado, 13 de agosto, a partir das 21h30m, o Logradouro da...

Hong Kong ainda mais próspera nos próximos cinco anos

No discurso que proferiu nas celebrações do 25.º aniversário da reintegração de Hong Kong, o Presidente chinês,...
Ana Isabel Felício
Comecei a trabalhar no Jornal Cidade de Tomar em 1999. Já lá vão uns anitos. Depois de sair da Universidade e de todas as dúvidas e dificuldades que surgem, foi-se construindo um caminho de experiência, com muitas situações, muitas pessoas, muitas aventuras e, claro, muito trabalho. Ao fim de todos estes anos, apesar de todos os percalços que a vida nos vai dando, cá estou, todos os dias a fazer o meu trabalho o melhor que sei, aprendendo com os que me rodeiam e também ensinando alguma coisa.

Salvador Franco tem 10 anos e já escreveu dois livros, o primeiro para homenagear a mãe que faleceu, depois veio o segundo e já tem um terceiro escrito. Todos os livros têm como objetivo ajudar alguém que, pelas circunstâncias da vida, precise. O Jornal/Rádio “Cidade de Tomar” falou com o Salvador e com o seu principal fã, o pai, Hélio Franco.

Cidade Tomar – Quem o Salvador Franco?

Salvador Franco – Tenho 10 anos, ando no 5.º ano e escrevi dois livros, “O Peixinho Chico” e “A Princesa Ana e o Cavaleiro Miguel”.

– E como é que surgiu o primeiro livro?

Surgiu porque a minha mãe teve cancro e morreu e eu quis escrever o livro para a homenagear, para ela se sentir bem. Com esse livro, a maior parte do dinheiro foi para a Operação Nariz Vermelho, uma organização voluntária que conheci através da minha mãe. A minha estava internada e os palhaços vieram brincar comigo. Aí percebi que eles não animavam só as crianças internadas, mas também os adultos e acompanhantes.

Com o pai, Hélio Franco

– Então e de que fala o primeiro livro, “O Peixinho Chico”? E quem te inspirou para esta história?

É um peixe que está num aquário. Primeiro são oito peixes, depois passam a nove, mas o Chico é diferente, é vermelho e pequenino e os outros são azuis e grandes. O Chico sofre de bullying até que aparece um peixe maior e preto que se torna seu amigo. A inspiração veio de uma pessoa. Em Ferreira do Zêzere há um café, onde costumo ir, e onde o dono se chama Chico. Depois, escolhi a personagem do peixe porque sempre gostei do mar e uma das profissões que gostava de ser era biólogo marinho ou mergulhador.

– E com este livro, quanto é que conseguiste para a Operação Nariz Vermelho?

Consegui 2044 euros, eles não têm ajuda e, por isso, eu quis ajudá-los.

(…)

Ana Isbel Felício/Elsa Lourenço

Uma entrevista para ler na íntegra na edição impressa de 3 de dezembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Cem Soldos: Todos os caminhos vão dar aos Bons Sons

Lena d’Água, Rui Reininho, Aldina Duarte, B Fachada são alguns dos nomes que este ano participam no...

Hóquei em patins: Sistema de Revisão de Vídeo (SRV) é novidade na Elite Cup, de 2 a 4 de setembro, em Tomar

O sorteio da sexta edição da Elite Cup foi realizado hoje, quarta feira, ao início da tarde....

Programa “Olhá Festa” emite em directo “Viver Ferreira do Zêzere”

"Olhá Festa", que percorre o país durante o mês de agosto, será transmitido durante o “Jornal da Noite”...

Fado de Coimbra na Sertã a 13 de agosto

No próximo sábado, 13 de agosto, a partir das 21h30m, o Logradouro da Junta de Freguesia de Pedrógão...

Hong Kong ainda mais próspera nos próximos cinco anos

No discurso que proferiu nas celebrações do 25.º aniversário da reintegração de Hong Kong, o Presidente chinês, Xi Jinping, referiu quatro objetivos...

Viver Ferreira do Zêzere de 12 a 14 de agosto com concertinas, folclore e artistas do panorama nacional

Miguel Gameiro e João Pedro Pais são dois dos músicos que vão atuar no “Viver Ferreira do Zêzere”,evento que aglomera o “depenicar”...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -