fbpx
25.4 C
Tomar

Tomarense Samuel Antunes lança primeiro single “Fantasy” com música que “toca o coração”

Relacionadas

Santarém: 22 detidos em ações de fiscalização rodoviária

O Comando Territorial de Santarém levou a cabo, nos dia 14 e 15 de maio, um conjunto...

Nuno Júdice sábado na 9.ª Tertúlia de Poesia da Casa-Memória de Camões em Constância  

A Tertúlia de Poesia, iniciativa que funcionou de forma intermitente nos tempos mais recentes, devido às contingências...

“Essência – Ser Humanidade” envolve 4000 crianças e jovens na dinamização da cultura

Essência – Ser Humanidade: Semana Cultural, da Criança e do Ambiente, assim se...

PSD quer que se retire outdoor que anuncia o Tomar Check-in que terminou em setembro

O vereador Luís Francisco (PSD) questionou, na reunião do executivo, na segunda feira, acerca da permanência de...
Ana Isabel Felício
Comecei a trabalhar no Jornal Cidade de Tomar em 1999. Já lá vão uns anitos. Depois de sair da Universidade e de todas as dúvidas e dificuldades que surgem, foi-se construindo um caminho de experiência, com muitas situações, muitas pessoas, muitas aventuras e, claro, muito trabalho. Ao fim de todos estes anos, apesar de todos os percalços que a vida nos vai dando, cá estou, todos os dias a fazer o meu trabalho o melhor que sei, aprendendo com os que me rodeiam e também ensinando alguma coisa.

O tomarense Samuel Antunes, de 27 anos, acabou de lançar o seu primeiro original/single, intitulado “Fantasy” e videoclip gravado no Açude de Pedra. Este single insere-se no projeto “Endlessin”, projeto onde todos os vocais, partes instrumentais e produção são realizadas pelo próprio. O Jornal/Rádio “Cidade de Tomar” falou com o músico e a sua principal fã, a namorada, Cristiana Carvalheiro.

Cidade Tomar – Fale-nos um pouco de quem é o Samuel Antunes e como surgiu o gosto pela música.

Samuel Antunes – Nasci em Tomar, até aos três anos vivi na Bemposta e, depois, fui viver para o Entroncamento, onde cresci e estudei. Aos 12 anos fui para a Escola de Música e Filarmónica do Entroncamento, onde tive formação musical e me “apaixonei” pela guitarra. No início, fui “obrigado” a ir para a Escola de Música, pois na altura não me identificava com nenhum instrumento. Mas houve algo que mudou isso. Foi uma banda – os Scorpions – que me inspirou e, a partir daí, a minha paixão pela guitarra e pela música foi crescendo. Sempre que vinha de escola, em vez de ir fazer outra coisa qualquer, ia pegar na guitarra. Atualmente sou licenciado em Ciências Biomédicas e trabalho na distribuição farmacêutica.

– A música surge primeiro e depois veio a Faculdade? Como é que ficou a música?

Sim, depois, aos 18 anos, fui para a Faculdade, em Évora, onde me licenciei em Ciências Biomédicas. Em Évora, a componente cultural era muito diversificada, aos sábados havia sempre concertos e na Sociedade Filarmónica Arbonense também conheci muitas pessoas. Cheguei mesmo a ter uma banda, mantendo sempre o sonho e a paixão pela guitarra. Quando saí da Faculdade, em 2018, decidi apostar no meu sonho. Na data, não arranjei logo trabalho e tive a oportunidade de, através do IEFP, fazer um curso de Multimédia, um curso que podia aplicar na música. E, entretanto, comecei a montar um estúdio em casa, inspirado em músicos na net. Na data, ainda entrei para uma banda de covers, os “Persistência”, em Vila Nova. (…)

Ana Isabel Felício/Elsa Lourenço

Leia esta entrevista na íntegra na edição impressa desta semana, 26 de novembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Santarém: 22 detidos em ações de fiscalização rodoviária

O Comando Territorial de Santarém levou a cabo, nos dia 14 e 15 de maio, um conjunto...

Nuno Júdice sábado na 9.ª Tertúlia de Poesia da Casa-Memória de Camões em Constância  

A Tertúlia de Poesia, iniciativa que funcionou de forma intermitente nos tempos mais recentes, devido às contingências...

“Essência – Ser Humanidade” envolve 4000 crianças e jovens na dinamização da cultura

Essência – Ser Humanidade: Semana Cultural, da Criança e do Ambiente, assim se denomina a atividade que, integrando...

Lanternas flutuantes encantam Rio Nabão durante dois dias e trazem nenúfares para embelezar mais o evento

Foram os próprios alunos das várias turmas do 6.º ano Lanternas flutuantes encantam Rio...

PSD quer que se retire outdoor que anuncia o Tomar Check-in que terminou em setembro

O vereador Luís Francisco (PSD) questionou, na reunião do executivo, na segunda feira, acerca da permanência de outdoor nas vias rápidas promovendo...

Vereadora Filipa Fernandes ameaçada por alguns vendedores da feira semanal

A câmara está a proceder a uma reestruturação na feira semanal, pelo que a partir de sexta feira, dia 20 de maio,...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -