fbpx
32.3 C
Tomar

Ministra da Agricultura referiu em Tomar que visão da PAC passa pela “produção agrícola e florestal inovadora e sustentável”

Relacionadas

Cem Soldos: Todos os caminhos vão dar aos Bons Sons

Lena d’Água, Rui Reininho, Aldina Duarte, B Fachada são alguns dos nomes que este ano participam no...

Hóquei em patins: Sistema de Revisão de Vídeo (SRV) é novidade na Elite Cup, de 2 a 4 de setembro, em Tomar

O sorteio da sexta edição da Elite Cup foi realizado hoje, quarta feira, ao início da tarde....

Programa “Olhá Festa” emite em directo “Viver Ferreira do Zêzere”

"Olhá Festa", que percorre o país durante o mês de agosto, será transmitido...

Fado de Coimbra na Sertã a 13 de agosto

No próximo sábado, 13 de agosto, a partir das 21h30m, o Logradouro da...

Hong Kong ainda mais próspera nos próximos cinco anos

No discurso que proferiu nas celebrações do 25.º aniversário da reintegração de Hong Kong, o Presidente chinês,...
Elsa Ribeiro Gonçalves
Nasceu em Tomar em 1976. Licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social do IP Lisboa. É jornalista desde 2005, sempre na imprensa regional. Mãe de uma menina, a escrita e as viagens são as suas outras grandes paixões.

O Hotel dos Templários, em Tomar, recebeu na quarta-feira, 3 de novembro, o Conselho Geral da CONFAGRI onde esteve em debate o PEPAC – Plano Estratégico da Política Agrícola Comum 2023-2027. Na sessão, que foi encerrada pela Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, foram manifestadas as preocupações no sector agrícola e as necessidades que consideram prementes para o setor agrícola nacional.

Saliente-se que Bruxelas tem 10,6 mil milhões de euros disponíveis para o setor em Portugal, numa reforma que foi negociada durante a presidência portuguesa da União Europeia, e que se baseia na transição climática e digital do setor agroalimentar e florestal.

O presidente da Confragi, Manuel dos Santos Gomes, referiu as principais críticas apontadas às medidas propostas dadas recentemente a conhecer à confederação, deixou alguns contributos e o conjunto dos princípios em que não abdicará de lutar em nome da agricultura nacional e dos agricultores e produtores portugueses.

Para o presidente da Confragi, o PEPAC 2023-2027 é um instrumento estratégico que da maior importância para o setor e constitui uma oportunidade “única e irrepetível” nos próximos anos para definir uma Política Agrícola mais justa e mais eficiente, que responda aos problemas que o nosso país enfrenta.

Considera que o timing apresentado por Bruxelas é apertado e obriga a um debate demasiadamente rápido e insuficiente do PEPAC em Portugal, sendo que “a própria regulamentação europeia que enquadra o PEPAC está ainda incompleta e nem sequer está traduzida em todas as línguas”.

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, encerrou a sessão salientando que há uma nova visão para a PAC que passa por “uma gestão ativa de todo o território baseada numa produção agrícola e florestal inovadora e sustentável”, onde a sustentabilidade assume as vertentes económica e social e que se traduz num “equilíbrio” dos setores, permitindo assegurar a vitalidade e resiliência das zonas rurais.

Até ao final do ano serão entregues as propostas finais de cada um dos países, devendo a nova PAC entrar em vigor em 2023.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Cem Soldos: Todos os caminhos vão dar aos Bons Sons

Lena d’Água, Rui Reininho, Aldina Duarte, B Fachada são alguns dos nomes que este ano participam no...

Hóquei em patins: Sistema de Revisão de Vídeo (SRV) é novidade na Elite Cup, de 2 a 4 de setembro, em Tomar

O sorteio da sexta edição da Elite Cup foi realizado hoje, quarta feira, ao início da tarde....

Programa “Olhá Festa” emite em directo “Viver Ferreira do Zêzere”

"Olhá Festa", que percorre o país durante o mês de agosto, será transmitido durante o “Jornal da Noite”...

Fado de Coimbra na Sertã a 13 de agosto

No próximo sábado, 13 de agosto, a partir das 21h30m, o Logradouro da Junta de Freguesia de Pedrógão...

Hong Kong ainda mais próspera nos próximos cinco anos

No discurso que proferiu nas celebrações do 25.º aniversário da reintegração de Hong Kong, o Presidente chinês, Xi Jinping, referiu quatro objetivos...

Viver Ferreira do Zêzere de 12 a 14 de agosto com concertinas, folclore e artistas do panorama nacional

Miguel Gameiro e João Pedro Pais são dois dos músicos que vão atuar no “Viver Ferreira do Zêzere”,evento que aglomera o “depenicar”...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -