Socialistas passaram a ser governo em Ferreira do Zêzere liderando a câmara e a assembleia municipal

0

A sessão solene de compromisso de honra teve lugar, no Centro Cultural de Ferreira do Zêzere, no dia 15 de outubro, às 20h00, com tomada de posse dos novos eleitos da Câmara e Assembleia Municipal de Ferreira do Zêzere, em resultado das eleições autárquicas de 26 de setembro. Em sala praticamente repleta, mas com todas as condições de higiene impostas pela DGS, devido à pandemia, os eleitos foram chegando e ocupando os seus lugares no anfiteatro. A sessão presidida por Luís Ribeiro Pereira, presidente da Assembleia Municipal cessante, com a colaboração muito profissional de um funcionário da autarquia, começou com a chamada pela ordem de eleição dos diversos candidatos do PS e PSD/CDS eleitos e que iriam fazer parte do executivo da câmara e da assembleia municipal 

O PS, 56,88% do eleitorado (2.823 votos), tem a maioria na câmara com três mandatos. Os restantes dois mandatos são da coligação PPD/PSD-CDS-PP que obteve 34,21% (1.698 votos).   Quanto à Assembleia Municipal, o PS conquistou nove mandatos e a coligação PSD-CDS, seis. A estes deputados municipais juntam-se por inerência do cargo seis presidentes de junta eleitos pelo PS (Águas Belas, Beco, Chãos, Igreja Nova, N.ª Sr.ª do Pranto e Ferreira do Zêzere) e um do PSD, ou seja, o presidente da Junta de Areias/Pias, Márcio Cabral, que ocupava o cargo de presidente da assembleia deste órgão e que vai ocupar o cargo do candidato e agora vereador Hugo Azevedo. Chamados um a um, com indicação do nome, filiação, profissão, idade e morada, da parte do público surgiu o alerta do ex-deputado municipal, Eduardo Mendes, que alertou Luís Pereira para a ilegalidade de se estar a divulgar dados pessoais dos eleitos, que hoje estão salvaguardados pelo RGPD (…).

Notícia completa na edição impressa de 22 de outubro.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Exit mobile version