fbpx
25.4 C
Tomar

BE promove “Conversas Inclusivas – Em Tomar há Lugar para Todas e Todos”

Relacionadas

Santarém: 22 detidos em ações de fiscalização rodoviária

O Comando Territorial de Santarém levou a cabo, nos dia 14 e 15 de maio, um conjunto...

Nuno Júdice sábado na 9.ª Tertúlia de Poesia da Casa-Memória de Camões em Constância  

A Tertúlia de Poesia, iniciativa que funcionou de forma intermitente nos tempos mais recentes, devido às contingências...

“Essência – Ser Humanidade” envolve 4000 crianças e jovens na dinamização da cultura

Essência – Ser Humanidade: Semana Cultural, da Criança e do Ambiente, assim se...

PSD quer que se retire outdoor que anuncia o Tomar Check-in que terminou em setembro

O vereador Luís Francisco (PSD) questionou, na reunião do executivo, na segunda feira, acerca da permanência de...

No passado domingo, dia 5, no anfiteatro exterior da Biblioteca Municipal, pelas 11h00, o BE de Tomar teve a primeira ação pública, ainda em período de pré-campanha eleitoral, com vista às próximas eleições autárquicas, sob o tema “Conversas Inclusivas – Em Tomar há Lugar para Todas e Todos”.

A mesa, composta pela jovem moderadora Mafalda Ferreira, pela mandatária das listas do BE, Maria da Luz Lopes, e pela ativista dos direitos LGBTI+ e deputada do BE eleita pelo distrito de Santarém à Assembleia da República, Fabíola Cardoso, esteve perante uma assistência de mais de três dezenas de pessoas, entre as quais vários cabeças de lista e candidatos do BE aos vários órgãos autárquicos.

Na intervenção inicial, a deputada Fabíola Cardoso começou por referir que o bullying contra quem é visto como diferente continua a ser uma realidade nas ruas, nas casas que deviam ser lares, nas escolas, nos locais de trabalho – e é muitas vezes silenciado.

A Agência Europeia dos Direitos Fundamentais divulgou recentemente os números relativos aos Estados-Membros: 140 mil pessoas LGBT participaram no inquérito e as respostas revelam o isolamento, a vulnerabilidade e o risco elevados que estas pessoas enfrentam no quotidiano. Em cenário de pandemia tudo se agudiza, e a Covid-19 veio intensificar a discriminação e o preconceito em relação às pessoas LGBTI+. Salientou que por isso é imperioso que, em conjunto, se trabalhe para denunciar e combater todas as violências. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Santarém: 22 detidos em ações de fiscalização rodoviária

O Comando Territorial de Santarém levou a cabo, nos dia 14 e 15 de maio, um conjunto...

Nuno Júdice sábado na 9.ª Tertúlia de Poesia da Casa-Memória de Camões em Constância  

A Tertúlia de Poesia, iniciativa que funcionou de forma intermitente nos tempos mais recentes, devido às contingências...

“Essência – Ser Humanidade” envolve 4000 crianças e jovens na dinamização da cultura

Essência – Ser Humanidade: Semana Cultural, da Criança e do Ambiente, assim se denomina a atividade que, integrando...

Lanternas flutuantes encantam Rio Nabão durante dois dias e trazem nenúfares para embelezar mais o evento

Foram os próprios alunos das várias turmas do 6.º ano Lanternas flutuantes encantam Rio...

PSD quer que se retire outdoor que anuncia o Tomar Check-in que terminou em setembro

O vereador Luís Francisco (PSD) questionou, na reunião do executivo, na segunda feira, acerca da permanência de outdoor nas vias rápidas promovendo...

Vereadora Filipa Fernandes ameaçada por alguns vendedores da feira semanal

A câmara está a proceder a uma reestruturação na feira semanal, pelo que a partir de sexta feira, dia 20 de maio,...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -