fbpx
14.9 C
Tomar

BE promove “Conversas Inclusivas – Em Tomar há Lugar para Todas e Todos”

Relacionadas

Sapadores da CIM do Médio Tejo apresentam balanço mensal

As Brigadas de Sapadores da CIM do Médio Tejo continuam a realizar um conjunto de intervenções florestais nos concelhos...

Entrada no horário de inverno é já este domingo

A entrada no horário de inverno é já este domingo, dia 31 de outubro.

Covid-19: Tomar e Ourém com metade das infeções ativas na região

Estão a aumentar o número de infeções por Covid-19 nos 11 concelhos que integram o ACES Médio...

“Meninas Pouco Exemplares e o Músico Irrepreensível” no Cine-Teatro Paraíso Tomar

No próximo dia 6 de novembro, o Cine-Teatro Paraíso Tomar acolhe a peça "Meninas Pouco Exemplares e...

Centro Qualifica entregou diplomas a técnicos de Proteção Civil e Bombeiros em cerimónia solene

Decorreu, no passado dia 22 de outubro, no auditório da Escola Jácome Ratton, a cerimónia solene de...

No passado domingo, dia 5, no anfiteatro exterior da Biblioteca Municipal, pelas 11h00, o BE de Tomar teve a primeira ação pública, ainda em período de pré-campanha eleitoral, com vista às próximas eleições autárquicas, sob o tema “Conversas Inclusivas – Em Tomar há Lugar para Todas e Todos”.

A mesa, composta pela jovem moderadora Mafalda Ferreira, pela mandatária das listas do BE, Maria da Luz Lopes, e pela ativista dos direitos LGBTI+ e deputada do BE eleita pelo distrito de Santarém à Assembleia da República, Fabíola Cardoso, esteve perante uma assistência de mais de três dezenas de pessoas, entre as quais vários cabeças de lista e candidatos do BE aos vários órgãos autárquicos.

Na intervenção inicial, a deputada Fabíola Cardoso começou por referir que o bullying contra quem é visto como diferente continua a ser uma realidade nas ruas, nas casas que deviam ser lares, nas escolas, nos locais de trabalho – e é muitas vezes silenciado.

A Agência Europeia dos Direitos Fundamentais divulgou recentemente os números relativos aos Estados-Membros: 140 mil pessoas LGBT participaram no inquérito e as respostas revelam o isolamento, a vulnerabilidade e o risco elevados que estas pessoas enfrentam no quotidiano. Em cenário de pandemia tudo se agudiza, e a Covid-19 veio intensificar a discriminação e o preconceito em relação às pessoas LGBTI+. Salientou que por isso é imperioso que, em conjunto, se trabalhe para denunciar e combater todas as violências. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Sapadores da CIM do Médio Tejo apresentam balanço mensal

As Brigadas de Sapadores da CIM do Médio Tejo continuam a realizar um conjunto de intervenções florestais nos concelhos...

Entrada no horário de inverno é já este domingo

A entrada no horário de inverno é já este domingo, dia 31 de outubro.

Covid-19: Tomar e Ourém com metade das infeções ativas na região

Estão a aumentar o número de infeções por Covid-19 nos 11 concelhos que integram o ACES Médio Tejo. Os concelhos de Tomar...

“Meninas Pouco Exemplares e o Músico Irrepreensível” no Cine-Teatro Paraíso Tomar

No próximo dia 6 de novembro, o Cine-Teatro Paraíso Tomar acolhe a peça "Meninas Pouco Exemplares e o Músico Irrepreensível", com Com...

Centro Qualifica entregou diplomas a técnicos de Proteção Civil e Bombeiros em cerimónia solene

Decorreu, no passado dia 22 de outubro, no auditório da Escola Jácome Ratton, a cerimónia solene de entrega de diplomas através de...

Duas pessoas sofreram ferimentos em despiste de trator

Ontem, terça feira, pelas 17h24 os Bombeiros Municipais de Tomar foram acionados para um despiste de um trator agrícola na localidade de...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -