fbpx
17.7 C
Tomar

Aberto procedimento para classificação da Anta 1 do Vale da Lage

Relacionadas

Centro de Vacinação vai ser desativado e vacinação passa para o 1.º andar do pavilhão municipal

O Centro de Vacinação contra a Covid-19, instalado no Pavilhão Jácome Ratton, em Tomar, está a ser...

Livro de Nuno Garcia Lopes sobre lidar com a perda já está disponível em 2.ª edição

Já está disponível a segunda edição do livro “Os balões que me ensinaram a voar”, com textos...

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara Anabela Freitas foi reeleita presidente da...

Autárquicas 2021: acompanhe a emissão especial da Rádio Cidade de Tomar

O Jornal e Rádio "Cidade de Tomar" vai ter uma equipa de correspondentes na rua, na noite...

Leões de Tomar alcançaram, na Embra, a primeira vitória no campeonato

Primeira vitória em jogos oficiais, esta época! Depois de três derrotas na Elite Cup e de um...

Foi publicado no Diário da República, 2.ª Série, n.º 137 de 16 de julho de 2021, o Anúncio n.º 157/2021 de 18 de junho de 2021, referente a abertura do procedimento de classificação da Anta 1 do Vale da Laje, em Vale da Lage, União das Freguesias da Serra e Junceira, concelho de Tomar.

O anúncio da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), que decorre de uma proposta do Departamento dos Bens Culturais, surge após conflitos em 2019 e 2020 com a população local e após manifestações de preocupação devido à construção de um empreendimento turístico nas imediações e do risco de o monumento vir a ser afetado pelos trabalhos em curso.

Um grupo informal de cidadãos, o Grupo de Amigos da Anta do Vale da Lage, que tinha entre os seus membros uma das arqueólogas que participaram nas intervenções arqueológicas realizadas no monumento, insurgiu-se, na altura, contra a falta de intervenção das entidades responsáveis no sentido da classificação e salvaguarda da anta, questionando o facto de não estar, pelo menos, em vias de classificação.

Na data, a câmara alegou que o empreendimento foi licenciado “nos termos da lei e que foram seguidas as recomendações da DGPC para acautelar a salvaguarda do monumento, nomeadamente com a realização de fiscalização regular”.

Recorde-se que a anta remonta a um período entre 6.000 e 7.500 anos e está inventariada como sítio arqueológico na base de dados Endovélico, sob a designação “Casalinho 1/Vale da Laje 1”, tendo sido alvo de quatro campanhas de investigação e escavação entre 1989 e 1992, que culminaram com a vedação para proteção do seu núcleo integral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Centro de Vacinação vai ser desativado e vacinação passa para o 1.º andar do pavilhão municipal

O Centro de Vacinação contra a Covid-19, instalado no Pavilhão Jácome Ratton, em Tomar, está a ser...

Livro de Nuno Garcia Lopes sobre lidar com a perda já está disponível em 2.ª edição

Já está disponível a segunda edição do livro “Os balões que me ensinaram a voar”, com textos...

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara Anabela Freitas foi reeleita presidente da Câmara de Tomar e Hugo...

Autárquicas 2021: acompanhe a emissão especial da Rádio Cidade de Tomar

O Jornal e Rádio "Cidade de Tomar" vai ter uma equipa de correspondentes na rua, na noite deste domingo, 26 de setembro,...

Leões de Tomar alcançaram, na Embra, a primeira vitória no campeonato

Primeira vitória em jogos oficiais, esta época! Depois de três derrotas na Elite Cup e de um empate caseiro (3-3), diante do...

U. Tomar manteve registo vitorioso com triunfo suado em Glória do Ribatejo

Sofrida… mas inteiramente merecida! Mais uma vitória tangencial (1-2), desta vez na visita a Glória do Ribatejo, permitiu ao U. Tomar manter...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -