fbpx
25.4 C
Tomar

PJ deteve homem por ter ateado vários incêndios nos concelhos da Sertã, Proença-a-Nova, Oleiros e Vila de Rei

Relacionadas

Santarém: 22 detidos em ações de fiscalização rodoviária

O Comando Territorial de Santarém levou a cabo, nos dia 14 e 15 de maio, um conjunto...

Nuno Júdice sábado na 9.ª Tertúlia de Poesia da Casa-Memória de Camões em Constância  

A Tertúlia de Poesia, iniciativa que funcionou de forma intermitente nos tempos mais recentes, devido às contingências...

“Essência – Ser Humanidade” envolve 4000 crianças e jovens na dinamização da cultura

Essência – Ser Humanidade: Semana Cultural, da Criança e do Ambiente, assim se...

PSD quer que se retire outdoor que anuncia o Tomar Check-in que terminou em setembro

O vereador Luís Francisco (PSD) questionou, na reunião do executivo, na segunda feira, acerca da permanência de...

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, com a colaboração da GNR da Sertã e do Grupo de Trabalho para a Redução das Ignições em Espaço Rural, do Centro, deteve, um homem, de 38 anos, engenheiro eletrotécnico, pela presumível prática de vários crimes de incêndio florestal, com recurso a engenhos eletrónicos incendiários.

No dia 18 de julho, por volta das 14h30, nos concelhos da Sertã e Proença-a-Nova, eclodiram quatro incêndios florestais, através de engenhos eletrónicos incendiários, colocados pelo suspeito, em zonas povoadas com mato, medronheiros, eucaliptos, pinheiros e outras espécies, com continuidade vertical e horizontal, confinante com zonas urbanas, com várias aldeias em redor, com uma área ardida de cerca de 60 ha, que teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos meios de combate – bombeiros e meios aéreos.

O detido é suspeito de outros incêndios, ocorridos em anos anteriores, nos concelhos indicados, designadamente no ano passado nos concelhos de Oleiros e Proença-a-Nova, com áreas ardidas de 5.000 ha e 14.000 ha, respetivamente.

A atuação do suspeito colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, habitações e a grande mancha florestal.

O detido vai ser presente, hoje, a primeiro interrogatório judicial para aplicação das adequadas medidas de coação. Pelas 15h30, na Diretoria do Centro da Polícia Judiciária, serão prestados esclarecimentos complementares, podendo ser filmados e fotografados os artefactos incendiários apreendidos.

Foto: PJ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Santarém: 22 detidos em ações de fiscalização rodoviária

O Comando Territorial de Santarém levou a cabo, nos dia 14 e 15 de maio, um conjunto...

Nuno Júdice sábado na 9.ª Tertúlia de Poesia da Casa-Memória de Camões em Constância  

A Tertúlia de Poesia, iniciativa que funcionou de forma intermitente nos tempos mais recentes, devido às contingências...

“Essência – Ser Humanidade” envolve 4000 crianças e jovens na dinamização da cultura

Essência – Ser Humanidade: Semana Cultural, da Criança e do Ambiente, assim se denomina a atividade que, integrando...

Lanternas flutuantes encantam Rio Nabão durante dois dias e trazem nenúfares para embelezar mais o evento

Foram os próprios alunos das várias turmas do 6.º ano Lanternas flutuantes encantam Rio...

PSD quer que se retire outdoor que anuncia o Tomar Check-in que terminou em setembro

O vereador Luís Francisco (PSD) questionou, na reunião do executivo, na segunda feira, acerca da permanência de outdoor nas vias rápidas promovendo...

Vereadora Filipa Fernandes ameaçada por alguns vendedores da feira semanal

A câmara está a proceder a uma reestruturação na feira semanal, pelo que a partir de sexta feira, dia 20 de maio,...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -