fbpx
17.1 C
Tomar

Maria Celeste Sousa empossada como diretora do Agrupamento Nuno Santa Maria até 2025

Relacionadas

Expoégua: o momento em que a Golegã, a Capital do Cavalo enaltece a égua

Exposição de éguas e poldros, Romaria, Prova de Vinhos do Tejo, entre outras...

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023, equipa que irá acompanhar o...

Regimento de Infantaria N.º 15 assinalou 216.º aniversário com exposição sobre “Os Novos Templários ao Serviço da Paz”

O Regimento de Infantaria N.º 15 (RI15), em Tomar, assinalou, no passado dia 19 de maio, o 216.º aniversário,...

Ramal de Tomar: início dos trabalhos de proteção anticorrosiva na Ponte da Bezelga

A Infraestruturas de Portugal deu início aos trabalhos de tratamento anticorrosivo na Ponte da Bezelga, localizada ao...

Leões de Tomar começaram o ‘play-off’ do campeonato com pesada derrota no Porto

Quatro dias depois da eliminação da Liga Europeia (nas meias finais, diante do Valongo, no desempate por...
Elsa Ribeiro Gonçalves
Nasceu em Tomar em 1976. Licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social do IP Lisboa. É jornalista desde 2005, sempre na imprensa regional. Mãe de uma menina, a escrita e as viagens são as suas outras grandes paixões.

Decorreu ao final da tarde de terça-feira, 15 de junho, na Biblioteca Municipal de Tomar, a sessão de tomada de posse da Diretora do Agrupamento de Escolas Nuno de Santa Maria (AENSM), Maria Celeste Sousa, um mandato que se prolonga no quadriénio 2021/2025.

Rosa Lopes, presidente do Conselho Geral do AENSM, referiu na ocasião que o facto de ter sido a única candidata não lhe retirou qualquer mérito, dado o seu currículo invejável. “Todos conhecemos a sua determinação, o seu entusiamo, o brilho do seu olhar quando fala do seu agrupamento”, enalteceu.

Sessão decorreu na Biblioteca Municipal de Tomar

Maria Celeste Sousa enalteceu todo o corpo docente e discente e ainda a comunidade escolar, recordando a reorganização que teve que ser feita no último ano, marcado pela pandemia. “A pandemia criou novos e inesperados desafios, que envolvem cenários de recuperação de alunos, de aprendizagem e de socialização, é neste sentido em que a escola tem sido reconfigurada. Temos que ser capazes de abraçar um novo paradigma”, disse.

– Notícia desenvolvida na edição semanal de 25 de junho



DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Expoégua: o momento em que a Golegã, a Capital do Cavalo enaltece a égua

Exposição de éguas e poldros, Romaria, Prova de Vinhos do Tejo, entre outras...

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023, equipa que irá acompanhar o...

Regimento de Infantaria N.º 15 assinalou 216.º aniversário com exposição sobre “Os Novos Templários ao Serviço da Paz”

O Regimento de Infantaria N.º 15 (RI15), em Tomar, assinalou, no passado dia 19 de maio, o 216.º aniversário, relembrando a data da sua criação...

Ramal de Tomar: início dos trabalhos de proteção anticorrosiva na Ponte da Bezelga

A Infraestruturas de Portugal deu início aos trabalhos de tratamento anticorrosivo na Ponte da Bezelga, localizada ao quilómetro 5,298 do Ramal de...

Leões de Tomar começaram o ‘play-off’ do campeonato com pesada derrota no Porto

Quatro dias depois da eliminação da Liga Europeia (nas meias finais, diante do Valongo, no desempate por grandes penalidades: 7-5 no total),...

U. Tomar foi avassalador diante do Cartaxo: com cabeça limpa… e pontaria afinada!

Uma goleada para a história! A equipa principal do U. Tomar goleou o Cartaxo por expressivo 10-0, no passado domingo, na antepenúltima...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -